Ciência e Tecnologia

Três britânicos ganham o Prêmio Nobel de Física de 2016

Ganhadores de outras categorias devem ser anunciados ao longo da semana.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado
  • Foto: Instituto KarolinskaBritânicos ganham o Prêmio Nobel de Física 2016Britânicos ganham o Prêmio Nobel de Física 2016

O Instituto Karolinska, localizado na Suécia anunciou nesta terça-feira (04), que o prêmio Nobel da Física de 2016 foi concedido aos pesquisadores britânicos David Thouless, Ducan Haldane e Michael Kosterlitz por suas descobertas teóricas sobre estados especiais da matéria.

David Thouless nasceu na Inglaterra em 1934 e atua na Universidade de Washington, nos Estados Unidos. , Ducan Haldane também é inglês, nasceu em 1951 e é pesquisador da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos. Já Michael Kosterlitz, nasceu na Escócia em 1942 e trabalha na Universidade Brown, também nos Estados Unidos.

Em nota, o comitê do Nobel, disse que os cientistas laureados “abriram as portas para um mundo desconhecido onde a matéria pode assumir estados estranhos”. "Eles usaram métodos de matemática avançada para estudar fases incomuns, ou estados, da matéria, como supercondutores, superfluidos ou filmes magnéticos finos. Graças a seu trabalho pioneiro, segue a busca por novas e exóticas fases da matéria. Muita gente tem esperança de futuras aplicações dessas descobertas tanto em ciências dos materiais, como em eletrônica".

Este é o segundo prêmio da temporada do Nobel 2016. Nesta segunda-feira (03), foi divulgado o vencedor do prêmio de Fisiologia ou Medicina, que foi concedido ao Yoshinori Ohsumi, por suas descobertas sobre mecanismos de autofagia. De acordo com o Estadão, nesta quarta-feira (05), será divulgado o prêmio de Química.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Três britânicos ganham o Prêmio Nobel de Física de 2016
http://www.gp1.com.br/noticias/tres-britanicos-ganham-o-premio-nobel-de-fisica-de-2016-402265.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.