Piauí - Teresina

Três presos fogem da Colônia Agrícola Major César em Teresina

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), a fuga ocorreu na última quarta-feira (31).

THAIS GUIMARÃES

- atualizado

Três presos da Colônia Agrícola Penal Major César, zona rural de Teresina, fugiram da unidade prisional na última quarta-feira (31). A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi). Nenhum dos três foi localizado até o momento.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Penitenciária Major César Penitenciária Major César

De acordo com Kleiton Holanda, vice-presidente do Sinpoljuspi, Emerson da Silva Fonseca, Francisco das Chagas Barbosa Resende e Fabiano Souza e Silva fugiram do setor de triagem. “Quando os agentes foram inserir outro detento na cela eles utilizaram o famoso ‘cavalo doido’ para fugir. Por pouco os agentes não foram tomados de reféns e não se gerou um motim”, declarou.

O presidente do Sinpoljuspi, José Roberto, explicou ao GP1 o significado da expressão ‘cavalo doido’, técnica utilizada na fuga. Ele contou que o termo faz alusão a uma prática de cavalos, quando, em grande número, saem em disparada. “Da mesma forma ocorre com os presos quando querem surpreender um grupo menor de agentes em relação à quantidade deles. O termo 'cavalo doido' é utilizado quando ocorre a correria de presos, passando por cima de tudo e de todos visando empreender fuga”, afirmou.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1José Roberto, presidente do SinpoljuspiJosé Roberto, presidente do Sinpoljuspi