Piauí

TRT-PI determina que Servi-San faça pagamento de R$ 1,8 milhão

Esse valor já estava bloqueado por meio de uma determinação judicial e agora esse pagamento deverá ser realizado entre os dias 10 a 14 de agosto.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Tribunal Regional do Trabalho no Piauí (TRT-PI), por meio do juiz Ferdinand Santos, determinou que as empresas Servi-San LTDA e Servi-San Vigilância e Transporte realizem o pagamento de R$ 1,8 milhão aos trabalhadores que ingressaram com ações solicitando créditos trabalhistas.

Esse valor já estava bloqueado por meio de uma determinação judicial e agora esse pagamento deverá ser realizado entre os dias 10 a 14 de agosto. O juiz Ferdinand Santos, que é o coordenador do Núcleo de Apoio à Execução (NUAPE), afirmou que com o levantamento da dívida, agora será feito o pagamento.

“Concluída a etapa de levantamento da dívida optamos pela liberação dos recursos, tendo em vista que as execuções, em sua esmagadora maioria, tratavam-se de acordos não cumpridos, embora também houvesse execução de sentenças não cumpridas”, afirmou o juiz.

Além disso, uma equipe da Nuape está trabalhando para organizar todas as ações que envolvem as duas empresas, para que seja feita a liquidação dos processos individuais e o pagamento de todos os créditos. Quem tiver algum crédito em execução e não for beneficiado, deve procurar o Núcleo, no 3º Andar do Fórum Trabalhista de Teresina (fone: 86 - 2106-9430).

Em relação aos casos que estão em execuções nas Varas do Trabalho do interior, os valores serão remetidos para que elas façam a liberação. Também foram liberados recursos referentes a honorário de natureza alimentar.

MAIS NA WEB