Mundo

Trump chama atriz Meryl Streep de ‘amante’ de Hillary após crítica

Presidente eleito dos Estados Unidos rebateu as declarações da atriz durante a premiação do Globo de Ouro, em Hollywood.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

Em discurso durante a solenidade do Globo de Ouro, neste domingo (8), a atriz Meryl Streep celebrou a presença de estrangeiros no cinema de Hollywood, no entanto, o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, parece não ter gostado da declaração da atriz e a chamou de “amante de Hillary”, fazendo referência a sua adversária na eleição presidencial.

Trump disse nesta segunda-feira (9), em entrevista ao “The New York Times”, que não assistiu à fala de Streep, mas que não ficou surpreso com o ataque do que chamou de uma das “pessoas mais liberais do cinema”. No Twitter, ele disse que "Meryl Streep, uma das atrizes mais superestimadas de Hollywood, não me conhece, mas me atacou ontem no Globo de Ouro. Ela é uma serva de Hillary".

  • Foto: AP Photo/Carolyn Kaster/Paul Drinkwater/APDonald Trump e Meryl StreepDonald Trump e Meryl Streep

O Globo de Ouro, foi o último grande evento de Hollywood antes da posse do novo presidente, em 20 de janeiro. De acordo com o G1, a atriz foi condecorada com o Cecil B. DeMille Award, pelo conjunto da obra e fez um discurso emocionado a favor dos estrangeiros nos Estados Unidos. Ela disse que "Hollywood está lotada de forasteiros e estrangeiros e, se os deportássemos, vocês não teriam nada para ver além de futebol e MMA".

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB