Política

Tucanos se incomodam com diálogos sobre candidatura de Firmino

Se esse cenário realmente vier a se concretizar, o PSDB sairia francamente prejudicado com a mudança.

GERMANA CHAVES

- atualizado

Tem tucano de bico torcido por conta das conversas acerca da possibilidade de o prefeito de Teresina, Firmino Filho, (PSDB) deixar o cargo para concorrer ao Senado Federal nas eleições de 2018. Tudo porque se esse cenário realmente vier a se concretizar – embora o chefe do Palácio da Cidade negue – o PSDB sairia francamente prejudicado com a mudança.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

Historicamente a sigla tucana tem um desempenho considerado excepcional nas disputas em Teresina, Mas, em contrapartida, no interior do Estado, sempre teve uma atuação considerada tímida, sem grandes resultados nos processos eleitorais.

Atualmente a vaga de vice de Firmino Filho é ocupada por Luiz Júnior que é do PMDB e pessoa ligada ao presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado estadual Themístocles Sampaio Filho. Portanto, os peemedebistas assumiriam o Palácio da Cidade.

Diferente do PSDB, em caso de saída do prefeito Firmino, o PMDB teria as bases fortalecidas tanto na Capital – considerado o mais importante reduto eleitoral do Estado – quanto nos demais municípios piauienses.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB