Mundo

União Europeia suspenderá entrada de produtos da Friboi e Sadia

“A Comissão garantirá que quaisquer dos estabelecimentos implicados na fraude sejam suspensos de exportar para a UE”, disse um porta-voz da Comissão Europeia, em coletiva de imprensa regular.

NAYRANA MEIRELES

- atualizado

A Comissão Europeia afirmou nesta segunda-feira (20) que todas as empresas envolvidas na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, como a JBS (de marcas como Friboi, Swift e Seara) e BRF (marcas como Sadia e Perdigão) terão acesso negado ao mercado da União Europeia.

A operação foi deflagrada pela PF na última sexta-feira (17), com o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvendo fiscais agropecuários e cerca de 40 empresas, incluindo as gigantes BRF e JBS. Durante as investigações da PF, foram constatadas fraudes na fiscalização sanitária, com o pagamento de propina para liberação de mercadorias adulteradas e estragadas.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Carnes da Friboi encontradas no Supermercado Carvalho Carnes da Friboi encontradas no Supermercado Carvalho

“A Comissão garantirá que quaisquer dos estabelecimentos implicados na fraude sejam suspensos de exportar para a UE”, disse um porta-voz da Comissão Europeia, em coletiva de imprensa regular.

A Comissão afirmou ainda que o escândalo envolvendo as empresas não terá impacto nas negociações em curso entre a União Europeia e o Mercosul, no qual os dois lados esperam chegar a acordos sobre livre comércio.

Coreia do Sul

O Ministério da Agricultura da Coreia do Sul informou em comunicado nesta segunda-feira (20), que vai intensificar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e banir temporariamente a venda de produtos da BRF (de marcas como Sadia e Perdigão), após o escândalo deflagrado pela Operação Carne Fraca.

De acordo com informações do Exame, o ministério disse ainda que fornecedores brasileiros de carne de frango terão que enviar um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro. Quase metade do frango importado pela Coreia do Sul no ano passado foi fornecido pela BRF. Mais de 80% das 107.400 toneladas de frango vieram do Brasil.

China

A China também suspendeu temporariamente as importações de carne brasileira desde domingo (19).

Chile

O Ministério da Agricultura do Chile anunciou nesta segunda-feira (20), que está barrando temporariamente importações de carne do Brasil após o escândalo.

Entenda o caso

Aproximadamente 1100 policiais federais cumpriram 309 mandados judiciais referentes a Operação Carne Fraca, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados e em empresas supostamente ligadas ao esquema. “Os agentes públicos, utilizando-se do poder fiscalizatório do cargo, mediante pagamento de propina, atuavam para facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva", diz nota da PF.

De acordo com informações do Estadão, o gerente de Relações Institucionais do Grupo BRF, Roney Nogueira dos Santos, e o funcionário da Searea, do grupo JBS, Flavio Cassou, estão entre os presos. Entre as irregularidades encontradas, estão reembalagem de produtos vencidos, excesso de água, inobservância da temperatura adequada das câmaras frigoríficas, assinaturas de certificados para exportação fora da sede da empresa e do Ministério da Agricultura, sem checagem in loco, venda de carne imprópria para o consumo humano.

Mais conteúdo sobre: