Polícia

Veja foragidos acusados de fraudar concurso dos Bombeiros no Piauí

Dos 36 mandados de prisão expedidos, 27 pessoas já foram presas, entre elas, o advogado Evilásio Rodrigues.

ANDREIA SOARES

- atualizado

Nove pessoas continuam foragidas após a deflagração da Operação Vigiles, feita ontem pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), através da Divisão de Crimes de Corrupção. Dos 36 mandados de prisão expedidos, 27 pessoas já foram presas, entre elas, o advogado Evilásio Rodrigues, detido pela terceira vez por fraude em concursos realizados no Piauí, inclusive no caso do concurso do Tribunal de Justiça do Estado, ocorrido em março deste ano.

Esta operação é decorrente de investigações da Polícia Civil, que têm como objetivo desarticular uma organização criminosa por fraude ao concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, realizado em 2014. Dos 36 envolvidos, 30 foram aprovados e estavam frequentando o curso de formação. Os outros seis são duas fiscais, sendo mãe e filha, e quatro pilotos – nome dado aos que repassaram as respostas aos candidatos.

Segundo informações do coordenador do Greco, delegado Carlos César Camelo, cada fiscal recebia mil reais por cada prova repassada e para os candidatos que pagavam pelo gabarito, pagavam cerca de dez vezes o valor do salário que eles receberiam no cargo. Ele destacou ainda que o advogado é um dos principais líderes desta organização criminosa. “Há provas convincentes de que ele cometeu esse crime há dois anos atrás, e que ele vem tentando fraudar vários concursos no Piauí há alguns anos”, frisou. 

Outra forma de repasse de respostas apresentada à imprensa pelo delegado, foi o envio por meio de chip, onde os chamados ‘pilotos’, respondiam a prova rapidamente, e ao sair da sala, distribuía aos demais candidatos que negociaram com a quadrilha. Em alguns casos, a pessoa só pagava posteriormente o concurso, sob condição de serem aprovados e nomeados, o que torna a negociação ainda mais perigosa para o Estado.  

Conforme o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Carlos Frederico, dos 50 alunos matriculados no curso, houve pessoas que passaram por mérito, mas 30 estão envolvidos no esquema criminoso. “As atividades que iniciaram em abril estão temporariamente suspensas para que possa ser feito uma análise e tomada as devidas providências. Ainda não posso afirmar os próximos passos ou se outras pessoas serão chamadas, precisamos dessa análise da corporação”, finalizou.

Confira quem são os nove foragidos na fraude do concurso do Bombeiros:

  • Foto: Divulgação/ AscomSegurançaForagidos da Polícia Civil Foragidos da Polícia Civil
Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Veja foragidos acusados de fraudar concurso dos Bombeiros no Piauí
http://www.gp1.com.br/noticias/veja-foragidos-acusados-de-fraudar-concurso-dos-bombeiros-no-piaui-404582.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.