Piauí - Manoel Emídio

Vereadores acusam prefeito Zé Medeiros de desvio de dinheiro

Segundo os vereadores, o prefeito contratou a empresa para realizar a reforma de escolas das zonas rural e urbana do município, no entanto foi constatado que nada foi feito além da pintura.

RAISA BRITO

- atualizado

O presidente da Câmara de Manoel Emídio, Zé Custódio e o vereador Eveland, estiveram na sede do Portal GP1 para denunciar o prefeito Zé Medeiros por desvio de dinheiro público.

Segundo os vereadores, o prefeito contratou a construtora Marcelo Waquim Avelino Ltda EPP para realizar a reforma de escolas das zonas rural e urbana do município, no entanto foi constatado que nada foi feito além da pintura.

“Foram encontradas irregularidades no balancete do Fundeb da prefeitura de Manoel Emídio que apontam desvio de recursos”, disse o vereador Zé Custódio.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Vereadores Eveland e Zé CustódioVereadores Eveland e Zé Custódio

Foi realizada uma fiscalização que encontrou irregularidades: “O prefeito fez uma licitação no valor de R$ 336 mil para reforma de escola nas zonas rural e urbana. Há duas semanas realizamos visitas às escolas e constatamos que nada foi feito nas escolas, mal se pintou, foi praticamente uma lavagem de dinheiro. O engenheiro fez uma planilha padronizada em todas as escolas, só mudou os valores de uma pra outra por conta do tamanho da escola”, denunciou o presidente.

“Já está sendo pago o serviço. Nesse mesmo processo, o prefeito está pagando a empresa, que foi licitada, para fazer as reformas e comprando o mesmo objeto, que é material para reforma, com FPM. Então, se tem uma empresa contratada para a reforma dos colégios, não pode comprar objetos para o mesmo fim”, declarou.

Foram protocoladas denúncias no Tribunal de Contas do Estado, no Ministério Público do Estado e no Ministério Público Federal.

Outro lado

Procurado pelo na tarde desta sexta-feira (08), o prefeito Zé Medeiros não foi localizado para comentar as irregularidades. O GP1continua aberto para quaisquer esclarecimentos.

MAIS NA WEB