Piauí - Teresina

Wellington acredita que Temer vai negociar Reforma da Previdência

Governador falou ainda sobre a reforma na previdência e investimentos no estado.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

O governador Wellington Dias (PT), durante a Marcha para Jesus realizada na quinta-feira (15), comentou a votação do projeto da previdência e disse ter apresentado ao presidente Michel Temer (PMDB) uma alternativa para ajudar a melhorar a situação financeira do país.

Sobre a reforma na previdência Wellington Dias acredita que o governo Temer vai negociar. "Acredito que dificilmente vamos ter mais mudanças. Ou o governo senta para negociar, que é o entendimento. Não é razoável fazer uma reforma nas costas do trabalhador rural onde os mais pobres é que pagam a conta", afirmou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias

Wellington se reuniu na terça-feira (13) com Michel Temere disse que apresentou para o presidente uma alternativa para ajudar os estados brasileiros e o próprio governo federal, que seria a cobrança de um imposto sobre lucros e dividendos que ajudaria a situação financeira do governo. “Apresentei ao presidente Temer a alternativa que todos os governadores estão defendendo que é o imposto sobre lucros e dividendos. Só temos dois lugares no mundo que não têm esse imposto que é Brasil e a Estônia", explicou Wellington Dias.

O governador informou ainda que na próxima terça-feira (20) vai estar em Brasília para apreciação de uma resolução no Senado que permite que o acordo feito com o BNDES garanta ao Piauí cerca de R$ 15 milhões mensais para investimentos. "Poderá gerar emprego, mais calçamento, mais água, mais obras. Coisas que melhoram a vida do povo. Também temos a perspectiva de na próxima semana celebrar o contrato com a Caixa Econômica", finalizou Dias.