Política

Wellington defende realização de eleição direta com saída de Temer

Para o governador Wellington Dias, o povo é quem deve escolher o novo presidente, pois a eleição indireta não resolveria os problemas do país.

BÁRBARA RODRIGUES E BRUNA DIAS

- atualizado

Na solenidade de lançamento do “Canyon Fest Poti” nesta terça-feira (11), o governador Wellington Dias (PT) disse que se Michel Temer (PMDB) sofrer um impeachment, ele defende que sejam realizadas eleições diretas e até mesmo outra eleição para o Congresso Nacional.

A Câmara deverá decidir ainda nesta semana se o Supremo Tribunal Federal (STF) poderá investigar denúncia apresentada pelo procurador-geral da república, Rodrigo Janot, contra o Michel Temer (PMDB). Caso o presidente sofra um impeachment, a Constituição determina que sejam realizadas eleições indiretas, ou seja, cabe ao Congresso escolher o novo presidente da república.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington DiasGovernador Wellington Dias

Para o governador Wellington Dias, o povo é quem deve escolher o novo presidente, pois a eleição indireta não resolveria os problemas do país, acrescentando ainda que diante da atual situação, até uma nova eleição para o Congresso seria válida.

“Eu sustento a posição do meu partido. Somente com as eleições diretas é possível colocar o país no rumo certo. Há necessidade de ter alguém muito legitimado pelo povo. Vou além, uma eleição para um novo Congresso Nacional é que é capaz de colocar a gente para uma saída e uma solução para a crise institucional e econômica. O problema é que caminha para isso acontecer só em 2018, então vamos ter um sangramento muito grande, como aumento do desemprego”, afirmou.

Wellington Dias explicou que diante do atual cenário tem trabalhado para conseguir ajudar o Estado do Piauí. “A alternativa é separar o Brasil, o que é próprio do Judiciário, do Congresso Nacional e das instituições, daquilo que é de interesse maior do povo para fazer o país andar. Tudo que eu faço pelo Piauí é para que a gente coloque a pauta do povo sempre em primeiro lugar, não deixe de cuidar das obras e fazer os serviços funcionarem, que é o melhor para o país”, finalizou.


MAIS NA WEB