Política

Wellington Dias nomeia Pablo Santos para a Fundação Hospitalar

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (19).

BRUNNO SUÊNIO

- atualizado

O governador Wellington Dias nomeou o deputado estadual Pablo Santos para assumir o cargo de presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares – FEPISERH. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (19). No dia 28 de março deste ano, Wellington Dias sancionou Lei nº 6.988 que autorizava a instituir a Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH).

A FEPISERH terá por finalidade a prestação de serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade, assim como a prestação às instituições públicas de ensino ou instituições congêneres de serviços de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão.

Em entrevista ao GP1, Pablo Santos explicou como vai funcionar a FEPISERH: “A Fundação vai gerir os hospitais do Estado, vai existir uma parceria entre a Fundação e a secretaria estadual da Saúde, onde de forma gradativa a Sesapi vai fazer a transferência da responsabilidade dos hospitais do Estado para a Fundação”, disse.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Deputado Pablo Santos Deputado Pablo Santos

“Nesse primeiro momento a fundação vai gerir alguns hospitais do Estado e de forma gradativa ela vai acabar tendo adesão de todos os hospitais de acordo com o cronograma que a gente vai fazer. Primeiramente, a fundação vai gerir alguns hospitais da Capital, outros hospitais regionais e outros menores justamente pra gente trabalhar com hospitais com perfis diferentes pra gente poder fazer o levantamento da realidade de cada perfil de hospital que a gente vai administrar”, explicou.

Sobre o quadro de funcionários, Pablo Santos afirmou que a “fundação não vai gerar despesas para o Estado porque o recurso que vem pra administração da Fundação Hospitalar, ele vai ser proveniente dos 12% que é repassado para a secretaria de Saúde, ela é que vai ter a responsabilidade de fazer o repasse proporcional ao que realmente será gerido pela Fundação Hospitalar. Alguns funcionários serão contratados e outros serão do próprio quadro da Sesapi que serão cedidos para fundação”.

Segundo o presidente: “ A fundação vai centralizar justamente essa parte de compras pra tentar um custo mais acessível, menor para os hospitais com relação a medicamentos, por exemplo, quando você vai comprar um bombom, ele sai por um valor e quando você compra uma quantidade maior com certeza o custo daquele bombom ele vai baratear, e é o que a fundação quer fazer, ela quer fazer licitação mais voltada para uma compra basicamente, uma para todos os hospitais pra baratear essa parte de medicamentos, insumos e toda a parte de material que vai ser usado nos hospitais”, relatou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Fundação Hospitalar   Sede da Fundação Hospitalar

“Com relação ao regime dos hospitais, vai ser um modelo CLT que vai ter que ser discutido porque os funcionários vão ser CLT, carteira assinada, então a gente ainda está fazendo esse levantamento, a transição ainda está acontecendo, ontem, eu e o secretário Francisco Costa já sentamos, já definimos como vai ser essa transição e tem uma nova reunião marcada pra segunda-feira pra gente sentar e definir essa parte de funcionários, como a gente vai fazer essa contratação da sede e o resto aos poucos a gente vai de forma gradativa absolvendo todos os hospitais do Estado, porque como é uma fundação nova a gente não pode pegar todos os hospitais de uma vez, por que se não dessa forma vai acabar tendo um ingerência de gestão”, afirmou.

A sede da Fundação Hospitalar vai funcionar na avenida Presidente Kennedy e está praticamente pronta a reforma do prédio, “acredito que daqui a uma semana o prédio já vai estar pronto”, finalizou Pablo Santos.

Mauro Tapety vai assumir o lugar de Pablo Santos na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí.