Política

Wellington Dias vai investir cerca de R$ 2,5 milhões em cultura

O governador afirmou em entrevista após a solenidade que pretende levar o projeto para todos os municípios do Piauí e que planeja que ele seja integrado à Educação.

BRUNA VELOSO E BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Wellington Dias libera recurso para 80 pontos de cultura no Piauí

Na manhã desta segunda-feira (03) aconteceu na sede do Palácio de Karnak em Teresina uma solenidade de liberação de recursos para a Secretaria Estadual de Cultura (Secult), para financiar 80 pontos de cultura em todo o estado. O investimento gira em torno de R$ 2,5 milhões para vários locais que trabalham com dança, teatro, música e artesanato.

O secretário de estado de Cultura, Fábio Novo, informou ao GP1 que serão 70 municípios beneficiados. “A partir de hoje todos esses 80 pontos distribuídos em 70 municípios do Piauí estão aptos a receber esses recursos. É uma ação que eu considero muito importante de descentralização do fazer cultural da capital porque você atinge os 70 municípios de uma vez só”, explicou o secretário.

O governador Wellington Dias afirmou em entrevista após a solenidade que pretende levar o projeto para todos os municípios do Piauí e que planeja que ele seja integrado à Educação, criando pontos de cultura em universidades ou escolas estaduais ou municipais. “Temos um compromisso de trabalhar as condições em cada um dos 224 municípios a gente ter a presença de atividades de fomento de incentivo à cultura. Eu tenho incentivado esse casamento com a educação. Onde tem universidade, escola estadual ou do município, ou seja, garantir ali a presença da cultura. Garantir que a gente tenha, como é o caso desse formato do ponto de cultura, as condições de equipamentos, de professores, de monitores, as aulas para organização de bandas, aula de música, de dança, de balé, para concursos literários, para enfim, fomentar a cultura e isso tem dados bons resultados”, disse.

O plano é conseguir atingir os 224 municípios até 2018 e fazer com que a cultura seja parte integrante do desenvolvimento econômico do estado. “Hoje já estamos em aproximadamente 90 municípios e hoje são mais 70, vamos aí para 160 municípios do Piauí e a meta é que em 2018 a gente possa chegar onde ainda não chegamos. Acredito muito que a cultura, além de tudo de positivo que ela tem, também é um instrumento de fomento à economia, à geração de renda a partir dos eventos e dos shows, daquilo que representa em hotelaria, restaurantes, gastronomia, ou seja, a cultura integrada com o crescimento do Piauí”, finalizou o governador.