Política

Wellington faz pronunciamento após delação envolvendo Temer

Governador afirmou que mantém a posição de que investigações devem ser mantidas, independente de se tratar de alguém de sua base ou da oposição.

BRUNA VELOSO

- atualizado

O governador Wellington Dias (PT), mesmo não estando no Brasil por cumprir agenda na Europa durante essa semana, está acompanhando a atual situação política do país após delação envolvendo o presidente Michel Temer e fez na tarde desta quinta-feira (18) um pronunciamento com relação ao assunto.

No vídeo publicado em seu Facebook, o governador afirmou que mantém a posição de que investigações devem ser mantidas, independente de se tratar de alguém de sua base ou da oposição. “Aquilo que é de investigação que ocorra como uma investigação. Aquilo que é de julgamento, de ação do Ministério Público da mesma forma. Independente se é com alguém do meu campo político ou alguém do campo adversário”.

O petista disse ainda que a situação desperta preocupação porque isso causa aumento na instabilidade política e econômica. “Tenho dialogado, mesmo daqui, com outros governadores, ontem até a madrugada estava em contato com líderes do Brasil de diferentes partidos e estamos marcando a minha chegada no sábado para nos encontrarmos”, seguiu o governador.

Ele aproveitou para lembrar que defende a democracia no país. “Que a gente possa não permitir golpes, que não tenha ruptura constitucional. Se tem corrupção tem que ser investigado e tem que ser punido”, disse.

Confira na íntegra o pronunciamento de Wellington Dias: