Piauí

Wellington participa de inauguração do Complexo Eólico Araripe III

. O projeto que conta com a instalação de 156 turbinas distribuídas em mais de 87 mil hectares e 300 quilômetros de linhas de transmissão se configura como o maior complexo eólico do país. 

- atualizado

Em agenda ao Sudeste do Estado, na região da Chapada do Araripe, divisa entre o Piauí e o estado do Pernambuco, o governador Wellington Dias participou da inauguração do Complexo Ventos do Araripe III, entre Simões (PI) e Araripina (PE). O projeto que conta com a instalação de 156 turbinas distribuídas em mais de 87 mil hectares e 300 quilômetros de linhas de transmissão se configura como o maior complexo eólico do país.

Em um projeto de capital intensivo de R$ 1,8 bilhão o complexo já possui a capacidade de gerar 1,213 milhão MW com mais 348 mil MW previstos em obras em conclusão. De acordo com os técnicos da Casa dos Ventos, empresa executiva do projeto e a maior investidora éolica do Brasil, o Araripe III tem capacidade de produção elétrica que substitui a emissão de poluentes emitidos por todos os carros que trafegam no Piauí.

Foram investidos mais de R$ 20 milhões em arrendamentos em 1.500 propriedades, sem necessidade de desalojamentos de moradores. "Para se ter uma ideia esse é o maior projeto eólico construído no Brasil. Esse complexo é mais um desenvolvido na Chapada do Araripe, muito maior do que o segundo na escala nacional, localizado em João Câmara, no Rio Grande do Norte", garante Mário Araripe, presidente da Casa dos Ventos.

  • Foto: Divulgação/AscomGovernador Wellington DiasGovernador Wellington Dias

Para o governador Wellington Dias, o investimento representa a superação e o desenvolvimentos de novas fontes de energia renováveis. "Estamos falando de gerar energia equivalente a uma vez e meia o que geramos lá na hidroelétrica de Boa Esperança, gerando emprego gerando renda. Tivemos aqui também o anúncio por parte de representante do Ministério de Minas e Energia, de uma notícia boa, o lançamento do edital de novos leilões de energia eólica e energia solar. Segundo o ministério, o Nordeste brasileiro representa 85% das oportunidades de produção de energias renováveis do país, através em novos leilões. Quando a gente fala em energia limpa, falamos de gerar energia em um parque como esse na Chapada do Araripe, uma energia que equivale aquilo que utilizamos queimado combustíveis, queimando óleo e gasolina. É gerar e energia economizando danos ao meio ambiente", destacou Dias.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, comentou sobre a união entre o Piauí e o Pernambuco enquanto potências de sustentabilidade. "Um projeto que está conectado e dialogando com o meio ambiente. Quando falamos de desenvolvimento econômico temos de pensar em geração de emprego e renda, pensar no desenvolvimento social das pessoas e também no desenvolvimento sustentável, respeitando o meio ambiente, respeitando as potencialidades de cada cidade, de cada Estado", pontuou.

Pertencente a região da Chapada dos Araripes e divisa com a cidade pernambucana de Araripina, o município de Simões abriga um dos parques do complexo eólico. "Esse empreendimento é de grande importância para a nossa cidade de e também para os municípios ao redor, pois além de gerar uma energia capaz de abastecer milhares de casas, gerou também emprego e renda para os moradores dessa região", informou o prefeito de Simões, José Ulisses de Carvalho.

Outro município piauiense contemplado no Araripe III é Marcolândia. O prefeito Chico Pitu avalia a implantação do projeto como uma grande oportunidade de desenvolvimento para a região. "Esse investimento que tem algo em torno de R$ 6 bilhões que correspondem a cerca de 20% do PIB do Piauí. A implantação desse projeto veio em momento muito bom pois além de gerar uma energia limpa, traz um grande legado para região, deixando aí grandes frutos na economia e renda da população desses municípios", acredita.

Após o evento, Wellington Dias e comitiva seguiram para os municípios de Caldeirão Grande e Fronteiras onde cumprem agenda de inaugurações e vistorias de obras nesta sexta-feira (08).