Política

Zé Filho esclarece sobre destino partidário e avalia impasse no PMDB

"Estamos tranquilos, temos vários convites, mas no tempo certo vamos tomar essa decisão”, adiantou o presidente da FIEPI.

GERMANA CHAVES

- atualizado

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), o ex-governador Zé Filho se pronunciou acerca de seu possível destino partidário em 2018. Ele esclareceu que ainda não tem um posicionamento fechado e respondeu ao questionamento sobre um possível retorno ao PMDB, sua antiga sigla.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Zé Filho Zé Filho

Zé Filho disse que nesse momento é necessário ter prudência para estudar os próximos acontecimentos nos âmbitos local e nacional, mas adiantou que tem analisado todos os convites recebidos. “Há tempo, temos que ter paciência. Vamos analisar o que vai acontecer a nível nacional daqui pra lá. Estamos tranquilos, temos vários convites, mas no tempo certo vamos tomar essa decisão”, adiantou o presidente da FIEPI.

Quanto a um eventual retorno ao ninho pemedebista, o ex-governador respondeu ressaltando o racha que existe hoje no partido. “Quanto ao PMDB é o cuidado que eu vou ter que ter para escolher um partido e, principalmente, a posição política que vão tomar no ano que vem. Eu não posso estar num grupo que esteja apoiando o governo que aí está. Estarei de um lado de oposição ao que está aí. Tenho que ter esse cuidado na hora de escolher”, ponderou ele.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB