Piauí - Teresina

Zé Santana entrega reforma do Centro Educacional Masculino

Acompanhado de várias autoridades, o governador ressaltou a importância da obra.

GERMANA CHAVES E BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Secretário Zé Santana entrega reforma do Centro Educacional Mascu

O secretário de Estado de Assistência Social e Cidadania (Sasc) Zé Santana (PMDB) participou da solenidade de entrega da primeira etapa da reforma do Centro Educacional Masculino (CEM) nesta terça-feira (29). Nesta fase foi concluída a reforma do primeiro bloco onde funcionava o antigo Centro Educacional de Internação Provisória (Ceip) com a entrega de novos banheiros, alojamentos reformados, além de novas instalações elétricas, hidráulicas e novo piso.

“Na parte ampliada, funcionava anteriormente o antigo Ceip. Agora criando novas vagas se incorporou a essa ala. A outra será desocupada para fazer as demais reformas. Tivemos o cuidado da segurança de forma estratégia, respeitando o discurso do cuidado para não infringir as normas de orientação. Agora são mais de 40 novos espaços abertos”, disse o secretário.

Walter Júnior, diretor do CEM, afirmou que desde que assumiu a coordenadoria do CEM em abril deste ano, estão sendo implementadas várias melhorias no local. “Hoje estamos com esse espaço com 46 novas vagas. Temos 136 internos, e temos mais 14 que vamos pegar hoje, contabilizando 150 vagas. Desde que o secretário entrou conseguimos conter a situação, mas o CEM ainda não comporta a capacidade, pois isso só depois de terminar a reforma completa, já que o nosso objetivo é reformar o prédio todo. Essa nossa gestão chegou com várias medidas de segurança onde conseguimos tirar muito material ilícito, tiramos drogas, celulares, ferros, roupas, agora todos os menores estão usando fardas e estamos colocando tudo em ordem”, explicou.

Ele disse que atualmente somente 10 agentes atuam na segurança do local. “Não é o suficiente, pois é algo muito complexo e a maioria dos menores já tem a mente formada em relação a certos aspectos, infelizmente, mas nós trabalhamos com ótimos profissionais. Não é fácil, mas fazemos o que é necessário para contornar as ações. Antes quando se entrava aqui era uma zorra e hoje está tudo controlado, com os menores participando das atividades. Chegamos em abril já dando essa pancada na organização”, afirmou Valter ao GP1.

O capitão Luciano Teles, diretor de todas as unidades socioeducativas da Sasc, destacou o trabalho que tem sido realizado. “Estamos com uma coordenação nova, com o Valter que está desempenhando um ótimo trabalho. Daqui vamos para uma segunda etapa, para mais três a quatro pavilhões e com isso estamos dando continuidade a obra e acredito que em até 90 dias vamos estar com uma parte concluída”, disse.

Próxima etapa

Logo depois será iniciada a próxima fase das obras que irá contemplar a reforma da ala B do Centro. Com isso, serão atendidas as diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), o projeto visa a ampliar 41 vagas, além de reorganizar o espaço.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB