Os conteúdos que você se dispõe a ver podem incluir textos, imagens ou outros materiais para adultos. Esses conteúdos são dirigidos especificamente para pessoas maiores maiores de 18 anos, segundo a legislação aplicável, tenham plena capacidade para acessar produtos relacionados a sexo. Fica, terminantemente, proibido o acesso a esses materiais por aqueles que não cumpram tais requisitos. Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em NÃO ACEITO.

Clicando em ACEITO, você declara expressamente que é maior de 18 anos, tem plena capacidade para acessar produtos relacionados a sexo, deseja ver conteúdos de caráter sexual destinados exclusivamente a adultos, não considera ofensivos materiais relativos a nus ou outras atividades sexuais e abandonará, imediatamente, os conteúdos caso os considere ofensivos.

Tenho mais de 18 anos e ACEITO os termos Sou menor de 18 anos e NÃO ACEITO os termos

Processando... Processando sua solicitação



Enviar por e-mail

Enviar notícia por e-mail
Exemplo: nome@example.com. Para enviar para mais de uma pessoa, separe os endereços por vírgulas
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Os comentários serão incluídos na mensagem

Comunicar erros

Comunicar erro na notícia
Informe o seu nome
Informe o seu endereço de e-mail
Descreva o que há de errado com esta notícia
31/10/2012 - 09h14

Meu marido me liberou pro amigo dele

Imagem: ReproduçãoClique para ampliarcasada (Imagem:Reprodução)casada
Olá gente, chamo-me Karla, e pra quem não me conhece branquinha 1,68 / 60 kg uma bundinha impenadinha e seios médios totalmente rosados, olhos esverdeados.Sou malhada, tendo pernas grossas e torneadas.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Como já relatei em contos anteriores desde que casei meu maridinho foi me deixando de lado aos poucos, mesmo eu fazendo tudo pra que ele voltasse a se interessar por mim.Quero dizer que interesse sexual pois sempre foi um bom marido nunca me deixando faltar nada a não ser o que eu mais gosto( ser bem comida)rs Ele estava sempre ausente pois viajava muito a trabalho e como me deixava na saudade eu acabei me virando, e muito bem.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Só que na passagem de ano passada ele acabou descobrindo o fogo de sua mulhersiha na casa de um casal de amigos no qual fomos passar a festa de fim de ano, e desde esse dia nosso relacionamento melhorou. Nosso relacionamento sexual ficou melhor mas ele nunca mais tocou no assunto da festa.

Eu fiquei curiosa e desde esse dia espero que ele toque no assunto. Mas eu acabei achando que ele havia se calado achando que tudo o que tinha rolado foi devido a bebedeira. Em parte ele tinha até razão, por outra ele não imaginava que eu gosto muito de uma sacanagem. Desde esse dia como disse nossa relação mudou, mas eu gostaria que ele tocasse no assunto, mas nem na hora em que rolava uma sacanagem comigo ele falava. Enfim, fui deixando rolar até que na semana passada meu maridinho me surpreendeu.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Meu marido me ligara na Terça feira me falando que voltaria na sexta e que hospedaria um amigo de trabalho em nossa casa no fim de semana. Fiquei um pouco chateada, pois como estava esses dias sem ele, estava achando que poderíamos tirar o atraso desses dias. Eu estava naquela período de muita vontade de ser devorada na cama.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Na sexta fui da faculdade direto pra academia. Malhei muito, meu corpo estava saradasso. Os meninos da academia me comiam com os olhos e eu como estava naqueles dias de caçadora, me exibia muito impenando mais do que o normal em certos momentos nas malhadas. Saí da academia ensopada de suor e toda melada, em minha mente só pensava em putaria, fiquei todo o tempo em quanto malhava imaginando ser comida por um dos moleques. Nossa, eu teria que dar um jeito, meu marido já deveria estar em casa, mas ele tinha que me comer bem, se não...
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Cheguei em casa meu marido me recebeu ainda na garagem e foi logo se desculpando pela presença do amigo, ele sentiu que eu não havia gostado da idéia mas foi logo dizendo que me recompensaria. E foi dizendo que não teve como negar o pedido do amigo, pois ele o havia hospedado varias vezes em sua casa quando meu marido viajava a trabalho. Acabei aceitando as desculpas mas disse que ele me pagaria caro!

span style="margin: 0px; padding: 0px; bor
der: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Assim que entramos perguntei pelo amigo e ele me disse que estava no banho e que já desceria. Subi dizendo que iria pro quarto tomar meu banho e quando estava quase em meu quarto quando sai do quarto de hospedes o amigo de meu marido. Fiquei maravilhada!!!!!!!! Um pedaço de macho pra usar e abusar. O cara parecia ter seus quarenta e poucos anos( depois descobri que tinha 53) Era enorme quase 2 metros de altura, o que fez imaginar o tamanho da "coisa". Ele saíra do quarto só de toalha e quando deu de cara comigo, se apresentou como Henrique e foi logo pedindo desculpas pelo traje pois havia esquecido a mala com a roupa lá em baixo e chamara pelo meu marido e como não escutava ele iria pega-la. Eu olhava pra sua barriga toda definiida e tentando parecer normalidade me apresentei dizendo ser a esposa e falei que não tinha problema e me ofereci pra pega-la ou pedir pro meu maridinho.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ele também me olhava toda e disse que não precisava que eu poderia fazer o que iria que ele mesmo a pegaria. Você é quem sabe, disse ainda que ele ficasse a vontade e se precisasse de mais alguma coisa era só pedir. O cara disse na maior cara de pau que bom saber se ele quisesse alguma coisa que eu poderia resolver. Gelei, abaixei a cabeça e fui pro meu quarto! Que cara de pau, dentro da casa do amigo se insinuando pra mulher do amigo! Também tive certa culpa pois dei brecha pra ele falar o que falou. Pronto! Eu já estava melada da academia, depois dessa o fogo voltou a toda.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Entrei na banheira e fiquei quase uma hora, meus pensamentos era só sacanagem , não aguentei e acabei me masturbando pensando nos meninos da academia.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Saí do banho totalmente relaxada e feliz por ter me masturbado. O fogo havia sido apagado momentaneamente, pelo que me conheço sei que bastaria uma situação pra que ele voltasse a toda.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; "> Desci e encontrei meu marido e Henrique na sala conversando. Meu marido me chamou e disse que eu me juntasse a eles. Sentei ao seu lado. Estava bem a vontade com um vestidinho bem leve e sandália e assim que sentei meu vestido subiu um pouco mas o bastante pra deixar minha coxa bem a mostra. Senti que o Henrique olhou logo pra elas sem se importar com a presença de meu marido. pronto , não disse, foi o suficiente pra me deixar com aquele calorsinho na barriga. Meu marido perguntou se eu queria comer fora e aproveitar pra mostrar um pouco da cidade pro amigo. Disse que estava cansada e se não se importassem eu preferiria ficar em casa, mas que eles ficassem vontade, pois eu havia feito um lanche e não queria jantar. Mas que no dia seguinte poderia se eles quisessem.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Meu marido então disse que iria com o amigo e foi o que fez.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Eram quase meia noite quando ouvi barulho do carro entrando na garagem. Eu não conseguia dormir, acabei me arrependendo um pouco de não ter ido com eles. Eu estava só de calcinha e dioda pra ser comida pelo meu marido. Vi que alguém subia a escada e achando ser meu marido e com a vontade de ser comida tirei a coberta e fiquei de bruços, deixando minha bunda toda virada pra porta achando que se ele me visse assim poderia querer me comer. Só em pensar nessa situação fiquei com muito tesão e comecei a melar. Fingi estar dormindo e ouvi a porta se abrir e esperei por ele.

Só que parei de ouvir qualquer tipo de barulho a não ser a porta sendo aberta. Fiquei curiosa e discretamente virei a cabeça e com os olhos serrados vi parado na porta o Henrique me olhando e apertando seu pau. Levei um susto mas me mantive como estava. A quentura em minha barriga ficava maior, eu estava adorando a situação mas ao mesmo tempo estava intrigada por onde estaria meu marido? Aquela situação era pertubadora! Henrique deu alguns passos em direção a minha cama. Nossa que tesão! Em minha mente eu pensava meu Deus meu marido pode chegar a qualquer momento. isso me deixava com mais tesão. Serrando os olhos vi quando Henrique tirou seu pau pra fora e começou a se masturbar.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Vi que o pau era enorme e grosso. Não aguentando levantei um pouco minha bunda pra ver o que ele faria. Mas do jeito que ele estava ficou e derrepente sem parar de se masturbar ele foi até a porta e olhou pra ver se meu marido estava vindo e voltando logo chegou mais perto e acelerou sua punheta pra logo gozar na outra mão. Assim que gozou ele saiu rápido do quarto pra momentos depois meu marido entrar. Eu estava a 1000!!!!!! Só que meu marido foi ao banho e assim que deitou apagou. Tentei pra que ele acordasse esfreguei nele e nada. Fiquei frustrada! O Henrique havia mexido comigo! o coroa era ousado! E sinceramente se ele tivesse ido além eu me entregaria, eu estava com muita vontade.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Acordei no sábado já eram 11 da manhã!. Desci e meu marido estava na piscina com o Henrique. Não fui la fora, vi pela janela e vislumbrei o Henrique, era realmente um um pedaço de homem!! Estava muito "P" da vida com meu marido e já que ele não se mostrava interessado na noite anterior e seu amigo sim era a minha vez de por mais fogo na lenha.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Subi ao quarto e coloquei meu menor biquini. A parte de cima cobria só a ponta de meus seios e a de baixo uma tanguinha minúscula totalmente enterrada em minha bunda. A parte da frente como estava toda depilada além de só tapar o sexo deixava o desenho de minha xaninha a mostra pela falta de pelos.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Desci com uma kanga só na cintura pra baixo. Quando apareci na piscina eles pararam de falar. meu marido me olhara surpreendido pois notou pela parte de cima que eu usava o biquíni que só usava quando estava com ele em casa.O Henrique novamente me comia com os olhos.

Dei bom dia e perguntando como tinha sido a noite fui tirando a kanga e sentei na cadeira pra me bronzear abrindo discretamente uma das pernas deixando o suficiente minha xaninha e virillha a mostra. Meu marido foi logo falando quebrando o silêncio dizendo que foi boa mas que eles tinham lamentado minha ausência. Fingi que não sabia e perguntei a que horas haviam voltado pois estava tão cansada que pegara no sono logo só acordando a pouco. Eles confirmaram a hora que eu já sabia e perguntei o que tinham feito e o que fizeram quando chegaram em casa? Perguntei e olhei pro Henrique que me encarava pra logo dar um pequeno sorriso. Acho que ele havia entendido minha pergunta. Meu marido foi logo dizendo que assim que chegou foi ao nosso bar e tomou uma taça de vinho enquanto o Henrique resolveu subir pra tomar um banho e ir dormir pois estava cansado da viagem.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ficamos na piscina conversando até que meu marido perguntou se não queiramos beber algo? Eu disse que queria uma caipirinha, que também foi aceito pelo Henrique. Assim que meu maridinho se retirou o Henrique me perguntou se eu não me sentia sozinha por meu marido viajar muito pelo trabalho. Disse que sim e que toda vez que isso acontecia eu me sentia muito só, principalmente quando chegava a noite, mas que as vezes dava um jeito na solidão. como assim? O que vc faz? Não respondi, apenas sorri e me virando de costas pedi que ele passasse o protetor solar. Ele não falou nada veio em minha direção, virei-me logo deixando a bunda toda pra ele ver. Ele pega o protetor de minha mão e pergunta o que meu marido vai dizer quando chegar e ver outro homem passando protetor em sua mulher. O clima tinha começado a rolar, isso não era pergunta de quem não esta com outras intenções, e além de tudo eu sabia do que aquele homem era capaz depois da noite anterior. O sinal do meu corpo tinha sido ligado, eu melei na hora, e quando ocorre isso comigo perco um pouco a noção das coisas.Olhei pra ele e na maior inocência falei que meu marido não falaria nada, pois não havia nada demais, e que ele iria apenas me ajudar passando o protetor em mim. Mas disse pra ele se isso o incomodava ele não precisaria passar. Claro que não menina, disse ele se vc quer muito eu passo! achei engraçado o jeito como ele falou comigo me chamando de menina. Ele começou por minhas costas e ombro, o danado tinha as mãos macias, elas deslizavam cada vez mais pra baixo. Eu começava a dar bandeira, minha respiração começava a mudar e ele sentiu logo e foi ficando cada vez mais atrevido.

Quando chegou na minha cintura perto de minha bunda seu dedo passava levemente por dentro do biquini, eu cada vez mais melada dei uma impenadinha fazendo seu dedo ir bem perto do meu reguinho. Nesse momento meu marido aparece com as caipirinhas e pra minha surpresa não vi nenhuma reação dele ao ver o Henrique passar o protetor em mim. Pensei, meu casamento deve estar no fim, ele nem ligou, não teve nenhuma reação de ciúmes, nada! Quer saber, ele que se dane, eu quero é ser comida se ele não quer eu sei como me virar. Naquele momento dei uma esfriada e como o Henrique ficara ali parado, olhei pra ele e agradeci, senti um pouco de frustração nele, afinal ele estava adorando a situação, aliais, eu também.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Começamos a beber e aproveitei pra perguntar se ele era casado, como era sua esposa se tinha filhos, esse papo normal de quando conhecemos uma pessoa. Fiquei sabendo que ele era viúvo a uns 3 anos que tinha dois filhos e que desde ao falecimento da mulher não havia tido outro relacionamento. Perguntei se nem uma namoradinha ou um relacionamento sem compromisso ele havia tido. Ele disse que não e que estava na secura pois não sabia o que era ter uma mulher desde então. Me deu uma peninha dele, rs... e ao mesmo tempo já veio em minha cabeça, o cara deve estar tarado, por isso ele entrou no meu quarto e se masturbou. Nossa a mulher que esse cara pegar vai ser muito fudida. Melei outra vez, nossa se tiver uma oportunidade vou ser desse coroa.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Já eram quase 15 horas, não tinha sol mas estava muito abafado, nem almoçamos ficamos beliscando e tomando caipirinha. eu como sou fraca pra bebida já estava toda alegrinha. Meu maridinho resolveu tirar um cochilo na rede, ele também é fraquinho quando bebe, apagou logo. O Henrique não tirava os olhos de mim, volta e meia o pegava olhando minha bunda. Eu estava com muito tesão antes da caipirinha, depois então já totalmente solta não via a hora de dar um jeito de ficar com aquele pedaço de macho só pra mim. Henrique me convidou pra dar um mergulho e aceitei logo. Ficamos dentro d"água perto da borda e começamos a conversar.

Eu perguntei como ele conseguia ficar sem mulher todo esse tempo. Ele ficou um pouco surpreso com minha pergunta e me perguntou por que dela. Disse que era só curiosidade, e que eu não me imaginava sem fazer sexo todo esse tempo. Ele riu e disse que não fazia sexo desde que sua esposa havia falecido mas que dava um jeitinho de sentir prazer. Falou isso e me encarou de um jeito que minha barriga esquentou de uma vez. Olhei pra ver se meu marido estava dormindo e quando me virei novamente o Henrique estava bem pertinho de mim. Gelei, me arrepiei toda com a situação e já toda melada o encarei e disse que tinha visto o que ele havia feito na noite passada. Ele olhou pro meu marido que roncava e se aproximou mais ainda quase encostando em mim e perguntou se eu tinha gostado.

Disse que não saberia responder, pois só vi a meia luz e que achava um desperdício o que le fez.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ele me olha e fala olhe pra baixo discretamente. Quando olhei seu pau estava pra fora da sunga. Nossa o cara era louco, meu marido estava a uns 15 metros e ele faz aquilo. Eu adorei e já embriagada de vontade olhei pra ele e sem falar nada peguei naquela delicia de pau. Meu deus, era enorme e grosso, ele se surpreendeu, não esperava pela minha reação. Ele falando baixo perguntou o que eu achava? Olhei pro meu marido segurando o pau do Henrique, abaixei na água e coloquei seu pau na minha boca e dei umas lambidas. Era grande mesmo mal coube na minha boca. Levantei logo e olhei pro Henrique que tinha os olhos serrados. Olhei pra ele e disse, parece uma delicia, mas só vou poder dizer mesmo depois que experimenta-lo todinho! Você é louca menina! Louco é você! E tarado também! Ele deu uma relaxada e riu! Como posso ter você com seu marido aqui? Não sei, só sei que você começou agora tem que terminar. Ele olha novamente pra onde estava meu maridinho e sem tirar os olhos de onde ele estava leva a sua mão direto pra minha xaninha.

Arrepiei ao sentir seus dedos levando meu biquíni pro lado e quando tocou em minha xana toda melada minhas pernas bambearam. Ele sentiu que eu ficara calada e com as pernas trêmulas e foi enfiando seu dedo dentro de mim. De onde meu marido estava se acordasse só poderia ver que estava-mos próximos, não teria como ver o que fazia-mos pois -mos dentro d"água encostados perto da borda. Henrique me diz que sou deliciosa, e que ficou maluco quando entrou no meu quarto pensando ser o dele e deu de cara comigo deitada com a bunda toda pro alto. Minha vontade, dizia ele, era de arrancar sua calcinha e comer sua bundinha. Nossa o cara sabia o que eu queria ouvir. Eu quero vc, falei pra ele. agente dá um jeito sua safadinha! falou isso e abaixou descendo meu biquíni até os joelhos e abrindo um pouco minhas pernas meteu a lingua na minha xana. Delícia, eu olhava meu marido dormindo e sentia a língua do Henrique na minha xana. Logo ele subiu e pediu que eu colocasse meu biquíni. Assim que coloquei meu marido se levantou e meio zonzo perguntou que horas eram. Disse que não sabia, mas que ele havia dormido uns 40 min. Eu me levantei e não conseguia pensar em mais nada a não ser em ser comida pelo Henrique. Ele ainda ficou na piscina por um tempo, acho que pra não sair com o pau do jeito que estava, totalmente duro.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ao passar pelo meu marido ele pergunta se vou querer comer fora ou se achava melhor ficar-mos em casa tomando um belo vinho.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Não acreditei!!! Adorei a idéia e virei-me pro Henrique e perguntei se ele gostava da idéia? Claro, disse ele, então vou preparar algo pra comermos.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Fiquei no banho um bom tempo, fiquei toda relaxada e não pensava em outra coisa a não ser no Henrique e de como eu daria um jeito de ter aquele homem pra mim. deitei na cama e adormeci! Acordei com meu marido entrando no quarto dizendo que havia separado as garrafas de vinho. Garrafas???? Lógico, somos nós tres, vc acha que uma garrafa só dará? Hum, isso não vai prestar pensei! Me assustei quando vi a hora já eram 20hrs, pulei da cama, e fui escolher uma roupa e antes que eu a escolhece meu marido me pede que eu coloque o vestido preto. Fiquei um pouco surpresa, pois o decote é enorme e bem curtinho.Tudo bem, disse! Se vc se quer? Sim quero muito minha linda! E antes que fosse pro banho ele também pede que eu coloque uma sandalhinha com saltinho que tenho. Eu heim, que deu nele! Foi o que pensei, mas enfim não custava nada agrada-lo, já que já tinha em mente que daria pro Henrique, e sem saber meu maridinho me vestiu pra deixar o Henrique mas tarado ainda. Ao colocar meu vestido resolvi não por a calcinha, queria deixar nosso hospede maluco de vontade de me ter todinha.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Desci já eram quase 21:00hrs, meu marido já estava com o Henrique tomando o vinho! Quando o Henrique me viu ficou sem fala, meu marido e que fez um comentário no mínimo estranho! Que coisa linda!! Estranhei mas uma vez, ele não era disso. A não ser que já tivesse bebido além da conta! Me juntei a eles e disse se pra mim não tinha vinho? Claro, respondeu meu marido. Vou abrir outra garrafa! Como assim? Vocês já beberam uma? Claro meu amor, vc ficou quase 1h pra descer! Fiquei quieta, realmente meu maridinho já estava meio alegrinho demais. Bom acho que isso seria bom pra o que eu tinha em mente.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Bebemos um pouco e fomos comer alguma coisa. Conversamos e voltamos beber nosso vinho! Henrique não parava de me olhar, eu o olhava discretamente e via que ele não tirava os olhos de minhas pernas, aquilo foi me dando um fogo que a quenturinha na barriga começou a dar o sinal de que aquilo não iria prestar. Eu estava sedenta de sexo. O vinho já fazia o seu efeito. Comecei a abrir as pernas de vez em quando. Eu estava sentada de frente pro Henrique e quando ele viu que eu estava sem calcinha apertou os lábios de um jeito que minha vontade era de pular encima daquele macho e usar e abusar de seu corpão.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Já eram quase 1hr da madrugada e já tinha ido 3 garrafas de vinho. Meu marido falou que estava morrendo de sono e sem mais nem menos disse que iria dormir e que ficasse-mos a vontade pra continuar a beber, pois ele não aguentava mais. Que que é isso, estava bom demais, eu sabia que quando ele bebia assim dormia que nem um anjinho até o dia seguinte. Já comecei a imaginar sendo comida pelo Henrique. Me levantei e disse se ele quisesse eu subiria com ele. Claro que não meu amor, estou muito cansado, fique aí e faça companhia ao Henrique. Henrique logo se levanta e diz pro meu marido, não já que vc quer dormir não vou ficar aqui com a Karla, ela pode estar cansada também...Olhei pra ele e quase o fulminei com os olhos...rs Acho que ele entendeu pra logo dizer que se eu não estivesse cansada que ele ficaria por mais algum tempinho.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Bom faça como queiram eu vou é desmaiar na cama boa noite pra vocês.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Assim que meu marido sumiu, olhei pro Henrique e perguntei se ele me acompanhava em mas uma taça de vinho. Claro, você é quem manda. Começamos a conversar e perguntei pra ele o que tinha achado do que havia ocorrido na piscina? Nós dois somos loucos, já pensou se seu marido acordasse derrepente. E agora? Estamos sozinhos e ele foi dormir outra vez! Ele chegou mais perto de mim e perguntou baixinho quase sussurrando. O que você quer sua safada? Adorei o tom e as palavras, eu já estava melada e olhando pra ele disse. Quero tudo! Já que me chamou de safada, vou ser bem safada se você quiser! E o seu marido? Se ele se importasse acha que me deixaria aqui sozinha com vc? Menina, vou te avisar, eu estou a muito tempo sem ter uma mulher e você está me deixando louco. E isso que eu quero! Vamos sair daqui! Espere, disse ele, vá lá encima e veja como está seu marido! Espere que volto já!

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Fiz o que o Henrique me pediu, subi na ponta dos pés e abri a porta bem devagar, meu marido estava desmaiado, pelado na cama dormia feito um anjinho. Pensei que desperdício, ele poderia estar comigo e o Henrique me comendo toda! Encostei a porta e desci. Procurei pelo Henrique dentro de casa e não o vi e quando saí na porta e ia em direção a piscina ele me agarrou por trás. O cara era enorme, eu quase sumi entre seus braços. Senti seu pau duro em minha bunda, fiquei parada por um momento pra logo começar a rebolar em seu pau. Ele levantava meus cabelos e cheirava meu pescoço e dizia sussurrando em meu ouvido! Vou devorar vc menina! Eu estava em êxtase pelo tesão e pelo vinho que me deixa louquinha de ser putinha..rss Me devora, gostoso! Me dá esse pausão todo! Ele levou as mãos e levantou meu vestido até a minha barriga. Abri as pernas e senti seu dedo tocar minha xana toda melada.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Nossa menina, que fogo é esse? E por sua causa seu tarado! Vem pra mim vem! Quero sair daqui, disse ele. Pra onde, não quero ser surpreendido pelo seu marido! Ele está pregado no sono, só acorda amanhã! Você não tem medo? Pra falar a verdade, essa sensação de sermos surpreendidos está me deixando com mais tesão. Você é louca menina! Louca pra ser comida por você, disse.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">assim que ouviu o que disse pra ele ele me virou e abaixou sua bermuda jogando a pro lado. Eu abaixei e arrie sua cueca. Seu pau pulou batendo no meu queixo. Que pausão enorme! Pensei alto, rss Gostou sua vaquinha? Ele é todo seu pode começar a chupar! Hum ele começou a ficar soltinho também, adorei e segurando com as duas mãos aquele cacetão passei minha linguinha na pontinha e envolta do cabeção. Meu deus não sei se isso caberá em minha boca, fui lambendo com a pontinha da língua ele todinho. Eu descia até seu saco e voltava, ele começou a gemer. Comecei a abocanhar seu pau enorme.

Ele olha pra mim e diz: Cospe nele sua puta! Cuspi e fui abocanhando, era grande demais, comecei a pensar como aguentaria aquela tora na xana. Consegui, hum ele puxava minha cabeça contra seu pau quase me sufocando. Quando saia trazia muita saliva da minha boca, isso lubrificava cada vez mais seu pau fazendo com que eu fosse aguentando engoli-lo cada vez mais até senti-lo tocar em minha garganta. Só que era tão grande que ainda ficava muito pau pra fora. Eu começava a temer sentir aquilo tudo em mim. Mas estava tão gostoso que fui relaxando e só aproveitando a situação! Quero meter muito em vc menina, vou te deixar toda ardida! Dizia ele. Tieri seu pau da minha boca e fui subindo por sua barriga com minha língua até sua barriga, peito e chegando em sua boca soltei minha lingua na dele e nos beijamos.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ele apertava minha bunda e dizia. Quero comer sua bunda! Com um pau desse tamanho! Nem pensar! Faço o que vc quiser menos isso! Ele me olhou e disse! O que eu quiser sua vadiasinha? Sim! Quero gosar na sua boca e ver minha porra descer na sua garganta! Só se depois você me fazer gozar com esse pausão! Desci e comecei a lamber seu pau e punhetar sem parar. Ele gemia e me xingava de puta, pirainha safada! Seu corninho dormindo e vc aui bem puta pro seu macho! Eu ouvia aquilo e me dava mais tesão. Sua respiração começava a acelerar, senti que ele gozaria logo. Acelerei o mais rápido que pude e abri bem a boca pra receber o leite do meu macho. Seu primeiro jato de porra foi direto em minha garganta. Abocanhei em seguida e comecei a sugar. Minha boca não parava de encher, nunca havia visto tanta porra na minha vida. Assim que parou ele me fez abrir a boca. Era tanta porra que ao abrir começou a escorrer pelos cantos. Ele fala: Engole sua vaca! Engoli com um pouco de dificuldade, mas foi tudinho! Ainda passei o dedinho no que havia escorrido no queixo e levei a minha boca, chupando o dedo com o restinho.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Descanse um pouquinho viu! Ainda não acabei com você.. Disse olhando pra ele. Levantei e entrei na casa pra dar mas uma olhada no meu maridinho. Levei um susto! Meu marido estava nu, com o pau duro na mão nos olhando. Fiquei um pouco sem ação, não saberia o que dizer. Mas estava com tanto tesão que olhei pra ele e disse: Vem meu corninho! Não é isso que vc quer? Vem acabar de ver sua mulhersinha ser comida por um macho de verdade. Juro que não sei como consegui falar o que falei. só mesmo com muita vontade de ser comida e com muito vinho na cabeça! Henrique entrou logo quando escutou eu falando. Pensei que ele fosse ficar sem graça, tentar se desculpar com meu marido, mas para minha surpresa ele veio em nossa direção me abraço por trás e falou pro meu marido. Vem ver sua mulhersinha ser comida por um macho de verdade. Ele foi me empurrando pra dentro de casa eme jogou no sofá. Caí toda arreganhada. Henrique não me deu nem tempo no que rolava, ajoelhou entre minhas pernas e meteu sua lingua na minha xana. Eu gemia e olhava pro meu marido que começou a se masturbar. aquilo foi me deixando com mais tesão. Henrique chama meu marido e manda que ele me beije enquanto me chupa. Meu marido que nem um cachorrinho faz o que seu dono manda. E quando ele começa a me beijar Henrique começa a falar: Isso seu corninho, sente o gosto de minha porra na boquinha da sua cadelinha. Meu marido me beijava como nunca. "Que safado, era disso que ele gostava! Tivemos aquela noite de fim de ano, mas como ele nunca mais tocara no assunto achei que tivesse acontecido por ter saido do nosso controle e como ele também comeu as meninas eu achava que estava tudo na mesma, ele não tinha como reclamar se ele também entrou na brincadeira"

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Mas agora tudo mudara! E se era isso que ele queria, eu iria satisfaze-lo da melhor maneira possível. Tirei minha boca da dele e pedi que colocasse seu pau. Eu chupava meu maridinho e levava a lingua do Henrique na minha xana. Meu marido me olhava e começava a me chamar de safada. Logo Henrique parou e saiu um pouco. Vi quando levantou que seu pau já estava duro. Que maravilha! Meu marido aproveitando a momentânea ausência de Henrique veio pra cima de mim abrindo minha xana e caindo de boca. Eu rebolava na sua lingua feito uma louca. Ele se levanta me puxa e senta no sofá com seu pau duro virado pra mim. Eu ajoelho e começo a chupar a pica de meu maridinho e fico com minha bunda virada pra trás e derrepente sinto a lingua do Henrique no meu cuzinho. Ele começa a meter sua lingua na minha xana e no cuzinho alternando. Eu começo a gemer com o pau de meu maridinho na boca. Os dois começam a me chamar de galinha, safada, puta. Eu me sentindo uma mesmo começo a rebolar e tirando rápido o pau do maridinho da boca olho pra trás e vejo Henrique colcando a camisinha no seu pausão. E agora! Ele começa a pincelar seu cacetão na minha xana. Olho pra ele e peço que vá devagar. Cala boca sua puta! Eu sei que você quer muito ser arrombada.Põe logo seu tarado FDP!!!!

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Mal terminei de falar Henrique enfiou seu pau na minha xana! Senti minha xana ser arrombada! Dei um grito e um pulo pra frente mas Henrique me segurou pela cintura e começou a empurrar seu pau pra dentro de mim.. Meu marido aproveitou me deu um tapa na cara e puxando pelos cabelos me levou de boca pro seu pau e me fez chupa-lo novamente. Como não tinha jeito e a dor inicial havia parado comecei a rebolar naquele picão delicoso. Eu sentia minha boceta completamente prenchida por aquela pica maravilhosa. as vezes sentia um dorsinha aguda quando o Henrique dava umas estocadas mas estava era adorando aquela situação. Ele metia e olhava pro meu marido e começava a chama-lo de corno. Meu marido ouvia e me dava mas tapas na cara. Eu não sabia que gostava tanto de levar na cara.

Comecei a xinga-lo de chifrudo! Tá gostando né meu corninho, vendo sua esposinha ser comida por um macho de verdade! Ele me batia na cara enquanto o Henrique me dava tapas na bunda. Eu estava ficando desvairada. Henrique tira seu pau de minha xana e meu marido fala: Mete no cu dessa puta! Eu gelei! Não disse! O pau dele é muito grande e grosso! Cala a sua boca sua puta! Levei outro tapa na cara! Eu to mandando não estou te pedindo, disse ele! Não sabia o que fazer, Henrique abriu miha bunda e cuspiu no meu cuzinho. Meteu um dedo bem devagarsinho enquanto alisava minha xana com outro. Eu começava a gemer, e já estava com vontade de ter aquele pau na bunda. Ele colocou outro dedo na minha bunda e começou a socar. Eu já estava doida de tesão e comecei a rebolar no dedo dele. Meu marido me puxou pelos cabelos novamente e colocou seu pau na minha boca. Hummmmmmmmmm muito bom!!!!!!!!!!! Henrique tira seus dedos de minha bundinha e começa a pincelar seu pau na minha xana e cuzinho. Ele começou a enfiar na minha xana novamente. Eu comecei a pedir pra comer minha bunda. Vem seu tarado tira seu pau daí e coloca no meu rabo! Pedi e levei, Henrique aponta com seu pausão em meu cu e começa a forçar a entrada. Nossa aquilo era demais pro meu cuzinho! Eu não vou aguen...Nem terminei de falar e comecei a sentir meu cu ser arrombado. Mas uma vez tentei sair, a dor foi muita! Ainda pensei, se aguentar isso na bunda eu sou heroína! Mas uma vez fui segura pelo Henrique que deu uma paradinha. Eu choraminguei e pedi que ele tirasse. Tira Henrique, por favor. Cala a sua boca sua cachorra! Falou meu marido. Viu sua putinha, seu cornnho quer que eu enrrabe a mulhersinha dele. Olhei pro meu marido e perguntei! Você quer muito meu corninho! Outro tapa! Quero ver seu cuzinho todo arrombado. Relaxei! Henrique sentiu e começou a enfiar aquele tronco na minha bunda! Eu gritei, mas ele nem aí foi enfiando e quando tocou no fim de meu rabinho dei outro grito! Aiiiiiiiiiiiii!! Quer que eu tire sua vaca? Não! Quero que vc termine o que começou! Henrique começou num vai e vem que foi me deixando alucinada. Deixei meu marido de lado e só dava a atenção ao Henrique.

Ele socava cada vez mais e dizia que eu tinha uma bundinha deliciosa. Ele comia minha bunda me pegando pela cintura, alisando minhas pernas. Puxava pelos meus cabelos fazendo seu pau tocar fundo em minha bunda. Eu não acreditava que estava aguentando tanto pau na bunda, era demais. Henrique tirou seu pau da minha bunda e sentando no sofá pediu que eu sentasse no seu pau.Fiquei em pé de costas pra ele e com as mãos nos joelhos fui abaixando até sentir a ponta de seu pau no meu cuzinho que dessa vez foi engolindo aquele pausão delicioso sem chiar. Rebola sua puta! Eu rebolava e olhava pro meu marido em nossa frente se masturbando. Henrique olha pra ele e fala: Vem seu corno mete na boceta da sua putinha. Sem me dar tempo de por as idéias no lugar Henrique me pega pra trás Vou e sinto minhas costas tocar em seu peito.Ele me manda abrir as pernas Abro e falo pro meu maridinho. Vem meu corrninho, vem encher sua mulhersinha safada! Meu marid veio de uma vez! Senti seu pau entrar de uma vez.

Eu sentava na pica do Henrique e sentia meu marido na minha xana! Eu gritava de prazer. Pedia mais! Eles socavam alternadamente. Já não tinha mas a dor na bunda, era só prazer! Não demorou muito meu marido falou que iria gozar! Goza meu corniho enche sua xaninha de porra vai! comecei a gozar feito louca, meu corpo tremia todo. E bom demais estar toda penetrada. Senti o jato quente da porra do meu marido inundar minha xana. Eu estava inerte! totalmente mole! Henrique me jogou pro lado. Caí no sofá toda arreganhada. Henrique bem rápido só deu tempo de tirar a camisinha e gozar encima de meus seios e barriga.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Fiquei tão esgotada pelo gozo intenso que adormeci no sofá quando acordei já eram quase 4 da manhã. Eu estava só meu marido e o Henrique já haviam subido.

Levantei e passei a mão para ver o estrago, rsss Eu fui dilacerada tanto atrás como na frente. Estava colando, o leite havia secado em meu corpo. Tomei um belo banho e do jeito que estava nuasinha pulei na cama só acordando as 14hr.

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Acordei com meu marido sentado ao meu lado. esperei pra que ele falasse alguma coisa e ele veio mais pra perto e me deu um beijinho. Surpresa, perguntei se ele tinha algo pra me falar. Ele disse que tinha tido uma noite maravilhosa! E perguntou o que que eu tinha achado? Pensei, já que a noite dele foi boa imagine a minha!rs Disse que também tinha adorado, que estava um pouco dolorida mas que tinha valido a pena.

E o Henrique, perguntei! Já foi. Como assim? Lembra que disse que tinha uma surpresa? Aí que a ficha caiu! Seu safado, você armou tudo isso? Ele riu e disse que sempre curtiu esse tipo de relacionamento, mas que não sabia como falar novamente comigo depois do ano novo. Que tinha achado que tinha-mos feito aquilo por que a bebedeira daquela noite tinha cido muita. Eu falei pra ele que tinha algo pra confessar e que iria aproveitar a ocasião. Disse tudo o que vinha se passando comigo em relação a nosso relacionamento. Que achava que ele não se interessava mais por mim e que por isso acabei tendo alguns casinhos.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Ele escutava e senti que ficou um pouco surpreso no início mas depois foi ficando mas solto e quis saber como foram os casos e com quem . Acabei contando tudo. Ele me olhou e disse que nosso relacionamento nunca mais seria como antes. Que a partir de agora nós daríamos muito mais prazer um pro outro.
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Já estou ansiosa pra ver aonde vai dar isso..rsssss

span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Beijoss
span style="margin: 0px; padding: 0px; border: 0px; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-color: transparent; line-height: 18px; ">Karla.

Fonte: Lercontoseroticos.com

Keywords: mulher, marido, amigos, minha xaninha, toda melada, nosso relacionamento


Saiba mais sobre Contos Eróticos

Leia também