GP1

Brasil

Marco Feliciano tenta se defender de acusação de estupro em vídeo

O deputado se disse vítima de uma "emboscada".

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), gravou um vídeo ao lado da mulher no último sábado (08), para tentar “desmentir” a acusação de tentativa de estupro feita pela jornalista e ex-militante da juventude do PSC, Patrícia Lelis. Após acusações de que o seu chefe de gabinete Talma Bauer teria mantido a jovem jornalista em cárcere privado após as acusações de assédio sexual, tentativa de estupro e agressão, Feliciano disse em vídeo ter “plena confiança na Justiça divina e na Justiça dos homens” para inocentá-lo. 

“A Justiça dos homens inúmeras vezes me inocentou, mesmo depois de eu ter sido escrachado publicamente”, afirmou. “Pena que quando vão acusar dão apoio total nas páginas de jornal e depois, quando acontece o contrário e a pessoa é inocentada, não dizem mais nada.” 

  • Foto: Youtube/Marco FelicianoDeputado Marco FelicianoDeputado Marco Feliciano

De acordo com a Carta Capital, o deputado disse ainda sofrer “boataria todo dia” e garantiu ter se colocado à disposição da Justiça, se dizendo vítima de uma emboscada. “Como não conseguem nunca me pegar em nada nesse País, não sou corrupto, não sou uma pessoa má, agora tocaram no meu moral. Mas tenho certeza que a justiça vai vir à tona.”

Em depoimento à Polícia Civil de São Paulo, a jornalista afirmou que Felicianno a atraiu para seu apartamento funcional em 15 de junho e tentou abusá-la. “Ele tentou levantar meu vestido e tirar minha blusa. Como eu não deixei, ele me deu um soco na boca e um chute na perna”, afirmou aos investigadores.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.