GP1

Ceará

Governo do Ceará decreta toque de recolher entre 22h e 5h

O governador Camilo Santana (PT) ressaltou que a decisão leva em consideração a situação epidemiológica do Ceará e “sua curva ascendente de contaminação”.
Por Estadão Conteúdo

O governo do Ceará decretou nesta quarta-feira, 17, toque de recolher para todo o Estado entre 22h e 5h como parte de um conjunto de medidas para tentar conter a propagação da covid-19. O governador Camilo Santana (PT) ressaltou que a decisão leva em consideração a situação epidemiológica do Ceará e “sua curva ascendente de contaminação”.

O toque de recolher foi anunciado após reunião com representantes do Judiciário e do Ministério Público e com o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), e vale pelos próximos dez dias, período no qual só atividades essenciais poderão funcionar no horário entre 22h e 5h. Também faz parte do pacote de restrições a suspensão das aulas presenciais em escolas e universidades públicas e particulares.

Veja o conjunto de medidas adotadas pelo governo do Ceará, de acordo com nota divulgada à imprensa:

-Espaços públicos terão circulação restrita todos os dias a partir das 17h;

-Comércio funcionará de segunda a sexta-feira até 20h. No sábado e domingo, restaurantes funcionam até as 15h, e o comércio, inclusive os shoppings, até 17h. Serviços essenciais liberados após 20h;

-Suspensão das aulas presenciais em escolas e universidades públicas e privadas a partir da próxima sexta-feira, 19. Aulas serão remotas;

-Trabalho remoto para servidores públicos, com exceção das atividades essenciais. Recomendação da mesma medida junto ao setor privado.

Santana disse que em 19 de setembro 49 pessoas estavam internadas em leitos de UTI do Estado e 470 em enfermarias. Em 18 de janeiro, o número de pacientes em UTIs saltou para 226, com outros 581 em enfermarias. Em 17 de fevereiro, a quantidade é de 652 em UTIs e 1.026 em enfermarias.

"Então, com esse crescimento exponencial na capital, mas também no interior do Estado, fomos orientados por profissionais, pelos números e a partir da ciência para chegar a essas medidas mais restritivas, válidas até o dia 28 de fevereiro”, declarou.

“Venho reiterar as medidas aprovadas pelo comitê, são decisões que visam proteger as vidas dos cearenses. Fortaleza está em um momento de altíssima circulação viral, além do que imaginávamos que poderíamos ter, mas que ainda pode piorar caso não haja a colaboração de todos. Exatamente para quando você precisar, o poder público tenha a capacidade de responder e atender a todos”, disse o prefeito Sarto.

Medida como a adotada no Ceará já está em vigência no Paraná (entre meia-noite e 5h), no Amazonas (entre 19h e 6h) e no Mato Grosso do Sul (nos municípios de maior incidência da doença, entre 22h e 5h). Nesta terça-feira, o governo da Bahia decretou toque de recolher para a maior parte do Estado, com início previsto para esta sexta-feira, 19, com validade entre 22h e 5h pelos próximos sete dias.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.