Chefe de quadrilha do Baixo Parnaíba ameaça matar quem o denunciar à polícia

- atualizado

Haroldo Pereira de Araújo, o Haroldo, chefe de quadrilha que aterroriza o Baixo Parnaíba, mandou “simpatizantes dissimulados” difundirem em toda a região uma terrível ameaça: vai matar todo aquele que ousar dar informações que permitam à polícia localizar seu paradeiro.

Um deles chegou a fazer o seguinte comentário para um vizinho, segundo revelação de um soldado PM que faz parte da caçada ao bandido: "mesmo que o Haroldo seja preso, vai passar pouco tempo ou nenhum na cadeia e volta para matar a gente".

As fugas de Araújo têm servido para ampliar os comentários de que dificilmente a polícia conseguirá localizá-lo. Em Barras, circula nos grupos de WhatsApp, músicas feitas por moradores que perguntam, em tom de gozação, pelo chefe da quadrilha do Baixo Parnaíba. A polícia acredita, porém, ter informações que possam levar ao bandido dentro da próximas horas. Algumas "iscas" foram jogadas, mas o criminoso não caiu, segundo relato do mesmo PM que participa da diligências.

EXCLUSIVAS

Baú da Felicidade

Filho do falecido prefeito "Tintim", o jovem médico José Fernandes, está sendo chamado de "Baú da Felicidade" por integrantes da oposição em Nossa Senhora dos Remédios.

Quem quer dinheiro?

Políticos de oposição em Nossa Senhora dos Remédios, que cruzaram com este repórter, ontem pela manhã, justificaram apelido colocado no médico com a revelação de que a "única coisa que ele faz quando está em Nossa Senhora dos Remédios é visitar as casas para dar dinheiro".

Testemunha

Irmão do ex-prefeito Manim Rego, Antônio Filho, que é de Barras, cidade vizinha a Nossa Senhora dos Remédios, testemunhou a conversa deste repórter com os oposicionistas da terra que leva o nome de tão poderosa mulher.

É legalista

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito de Barras, Carlos MontePrefeito de Barras, Carlos Monte

O prefeito de Barras, Carlos Monte, segundo Antônio Filho, irmão de Manim Rego, é um legalista e tem provado isso. Ele conta que Monte mandou convocar 29 concursados ainda do tempo em que seu irmão foi prefeito do município.

A verdade é que não é prática da maioria de prefeitos convocar concursados de administrações adversárias.

Qual é a pior agência?

Clientes da Caixa Econômica estão para fazer um concurso para saber qual é a agência da Caixa Econômica que tem a pior administração no estado.

Disparadas

Estão disparadas, numa distância quilométrica das outras, em matéria de incompetência ou descaso administrativo, as agências da Caixa Econômica da Avenida Kennedy, da Praça João Luís e a da cidade de União, no Norte do Estado.

A pior de todas

A pior de todas as agências da Caixa Econômica Federal em matéria de descaso com a população é a da cidade de União, onde as informações indicam que os funcionários, com raras exceções "têm um rei na barriga e olham de cima para baixo para os clientes".

Gordinho arrogante

Na agência da Caixa Econômica Federal de União as pessoas falam muito em um gordinho que dizem ser a imagem e a obra da arrogância.

Lucidez no raciocínio

  • Foto: Lucas Dias/GP1Luciano LeitoaLuciano Leitoa

Amigos próximos asseguram que o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, não pensa num nome da sua família para sucedê-lo e sim de alguém do seu grupo político/administrativo reconhecido pela população.

Saudade da Beth

  • Foto: DivulgaçãoBeth CarvalhoBeth Carvalho

Morreu no Rio Beth Carvalho, extraordinária representante da música popular brasileira ao contrário de uma centena de assassinos do ritmo que temos que aturar nas programações de TV.

Puxa-saco em abundância

Tem tanto puxa-saco remunerado, mas tanto puxa-saco remunerado em Teresina que não demora e vão dizer que os moradores são os únicos culpados pela enxurrada que levou o Parque Rodoviário.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114