Compadres vão se enfrentar na eleição da presidência do PT de Teresina

- atualizado

Cícero Magalhães e Gilberto Paixão são compadres e foram vizinhos no conjunto Mocambinho. O primeiro teve um filho casado com a filha do segundo. Foram vereadores de Teresina e eram exemplo de compadrio dentro do Partido dos Trabalhadores. O tempo passou, ambos mudaram de endereço e pelo menos um deles constituiu nova família. Em comum têm ainda o fato de serem oriundos da classe dos comerciários.

Hoje, porém, não trocam mais do que cumprimentos indispensáveis e estão prontos para encarar uma guerra: Magalhães e Paixão disputarão a presidência do diretório do PT de Teresina e já começaram a trabalhar firme com esse objetivo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Magalhães e PaixãoMagalhães e Paixão

EXCLUSIVAS

Solução conciliatória

Petistas amigos comuns de Paixão e Magalhães tentam uma saída conciliatória, mas pelo menos um dos compadres, Cícero Magalhães, diz que não abre nem para um trem.

Magalhães é forte

Cícero Magalhães é fortíssimo dentro do diretório municipal de Teresina do Partido dos Trabalhadores e se a disputa fosse hoje venceria, na opinião de experientes membros do partido em matéria de disputas internas.

Candidato de consenso

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereador DuduVereador Dudu

O vereador Edilberto Borges, viúvo de Francisca Trindade, tentou uma proposta de consenso oferecendo o próprio nome, mas um dos lados não concordou.

Várias versões

Existem várias versões para o desenlace entre Cícero Magalhães e Gilberto Paixão.

Ambos foram presidente do Sindicato dos Comerciários, forte estrutura petista há muito tempo

Proteção ao idoso

  • Foto: Lucas Dias/GP1Senador Marcelo CastroSenador Marcelo Castro

Marcelo Castro, senador do Piauí, disse na tribuna do Senado, que uma das metas do seu mandato é a proteção ao idoso e quer criar uma semana dedicada a eles.

Vai ser maioria

O senador Marcelo anunciou, ainda, que dentro dos próximos anos, o idoso será a maioria da população brasileira, demonstrando estar bem informado sobre o assunto.

Cunha é um pesadelo

Um ex-deputado federal me disse ontem que "meio mundo dos políticos brasileiros" têm pesadelos quando alguém fala que Eduardo Cunha está negociando uma delação premiada.

Segredos da eleição de Cunha

  • Foto: Theo Marques/Fotoarena/Estadão ConteúdoEduardo Cunha Eduardo Cunha

O mesmo ex-deputado federal revelou que os mecanismos da eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara dos Deputados derrubam castelos do extremo sul ao extremo norte.

Trancado no quarto

O "Bichim dos Biscoitos" anda tão zangado, mas tão zangado que ficou do mesmo jeito de período de eleição passada e se trancou no quarto, passando a chave por dentro.

Foi uma luta braba para ele abrir a porta

Karnak tenta segurar Martins

O Palácio de Karnak tenta evitar que o ex-prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, deixe o Partido dos Trabalhadores. A idéia é abrir uma vaga para ele na Assembleia, embora esteja quase na oitava suplência.

Fiel a Firmino

  • Foto: Hélio Alef/GP1Vereador JoninhaVereador Joninha

O vereador Joninha dedica fidelidade impressionante a Firmino Filho.

Dizem que Joninha trocou o PSDB pelo Avante com o aval do prefeito e para completar aceitou a saída de sua mulher da Fundação Wall Ferraz para abrigar um nome do Solidariedade.

Tem outra coisa: acreditou firmemente quando lhe disseram que o esquema da Prefeitura o apoiaria para deputado federal.

Promotores condenados

Prestem bem atenção: os promotores de Brasília Leonardo Bandarra (ex-procurador de Justiça do Distrito Federal) e Debórah Guerner, foram condenados a sete anos de prisão, ontem, pelo Regional Federal da 1ª Região por crime de concussão - exigir vantagens em razão do posto que ocupa.

Sai coelho dessa mata

Prestem bem atenção: é muito provável que saia uns dois coelhinhos dessa mata que foi a condenação dos promotores, nascidos bem aqui no meio da Chapada do Corisco.

Confiram depois.

E lá vem a Joice

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoJoice HasselmannJoice Hasselmann

A brava e coerente Joice Hasselmann, casada com um piauiense, deve estar hoje em Teresina por motivos familiares e políticos. Será paparicada pelo vereador Luís André, que assumiu a presidência do partido do Capitão no Piauí, mas que todos sabem, tem como chefe Firmino Filho, que, como todos sabem, nunca fez, no segundo turno, um único comentário favorável ao atual Presidente da República.

Trata o povo bem, Samuel

  • Foto: Lucas Dias/GP1Samuel SilveiraSamuel Silveira

O praticante de vaquejada Samuel Silveira um dos poderosos da Prefeitura de Teresina, não tem tratado muito bem as vítimas da tragédia do Parque Rodoviário.

Queixas em profusão foram encaminhadas a esta coluna

O choque do Paulinho

Consta que o ex-vereador de Teresina, Paulo Dantas, funcionário exemplar da Prefeitura de Teresina, ficou horrorizado quando assumiu a direção do IPMT - o Instituto de Previdência dos Funcionários do município de Teresina.

Paulinho teria se queixado a amigos das dificuldades para "tapar os buracos".

Por lá tinha passado dona Lourdes Rufino, indicada para o cargo pelo glorioso Osmar Junior.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114