Condenado pela Justiça é lançado pré-candidato a vice-prefeito de Novo Oriente

- atualizado

Condenado pela Justiça Federal a três anos e quatro meses de reclusão, com sentença transitada em julgado, acusado de apropriação indébita previdenciária, o ex-assessor parlamentar Cássio Sobreira Rufino foi lançado pré-candidato a vice-prefeito de Novo Oriente do Piauí, pela deputada federal Marina Santos e pelo ex-prefeito Marcos Vinicius.

Uma simples soma, no entanto, fulmina a pretensão eleitoral. A sentença condenatória transitou em julgado em 22 de agosto de 2017, perdurando seus efeitos até o final de 2020. O pré-candidato, pelo visto, pode tirar o cavalo da chuva, pois estará inelegível para as eleições vindouras.

  • Foto: Reprodução/FacebookMarcos Vinicius, Cássio Rufino Sobreira e Marina Santos Marcos Vinicius, Cássio Rufino Sobreira e Marina Santos

Cássio Sobreira, inclusive, chegou a ser nomeado para Cargo de Natureza Especial na Câmara dos Deputados, mas o ato foi anulado pela diretoria-geral por estar por ocasião da posse com os direitos políticos suspensos.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811