Cresce abertura de empresas no estado

Foram abertas quase 9 mil empresas nesse primeiro semestre de 2017 no Piauí. Isso sem citar os números de Micro Empreendedores Individuais que se formalizaram em junho. Ou seja. Mesmo com toda a instabilidade econômica, as pessoas buscam no empreendedorismo uma saída para a sobrevivência e crescimento profissional.

Riscos? Sempre há. Muito mais interessante vislumbrar uma oportunidade e investir nisso do que empreender por necessidade. Uma boa gestão, aliada com inovação, auxilia na busca pelo sucesso.

Diante dos números, a Junta Comercial do estado fez um trabalho denominado Caravana do Empreendedor nas cidades de Oeiras, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. O objetivo foi orientar quem está atuando ativamente no mercado. Outras informações e treinamentos podem ser obtidos também no Sebrae Piauí.

Alimentação, saúde e estética são os segmentos que mais crescem nesse sentido. As lojas de açaí, por exemplo, se multiplicam. Só na Avenida Marechal Castelo Branco, zona sul de Teresina, são cinco concorrentes diretos. Um perto do outro. Nos outros bairros, a situação é parecida. Bom atendimento, produto de qualidade, preços justos são alguns aspectos que devem ser levados em consideração nesse mercado que com certeza vai selecionar os mais organizados.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Ricardo Moura Fé é jornalista. Noticias sobre economia & negócios. Contato: (86) 9976- 6945