Deputada Janaina Paschoal: “Olavo de Carvalho acabou ontem”

- atualizado

A deputada Janaina Paschoal acertou ao dizer que o filósofo Olavo de Carvalho ‘acabou ontem’. Em um vídeo publicado em sua conta no YouTube o filósofo pede que apoiadores de Bolsonaro sejam contra a CPI da Lava Toga.

Olavo, que tanto criticou o PT, esqueceu de suas origens e passou a defender a ‘imbecilidade coletiva’, os ministros do STF e ousou dizer que “o problema do Brasil não é corrupção”.

Em seu Twitter, Janaina expressou “profunda tristeza” com as palavras de Olavo. “O filósofo que se consagrou por denunciar o Imbecil Coletivo do PT, quase criou um Imbecil Coletivo em torno de si mesmo e agora, pasmem, prega um Imbecil Coletivo Bolsonarista. Não vou criticar, apenas externar meu profundo pesar”, escreveu a deputada.

CPI é bobagem

O filósofo disse no vídeo que a CPI da Lava Toga é uma “bobagem fora do comum”. “Esse negócio da CPI da Lava Toga é uma bobagem fora do comum [...] Quantos ministros do STF vocês vão conseguir levar para depor na CPI? Nenhum. Portanto, não vai adiantar nada”, disse Olavo.

Apesar de se mostrar contra a CPI da Lava Toga, o filósofo de araque considerou que membros do Judiciário são corruptos. “Vocês querem atacar uma elite que não é sequer esquerdista, mas apenas corrupta. A esquerda já fez isso: às vezes ataca, às vezes se alia [ao STF]. Ou seja: a direita nacional continua sendo pautada pela esquerda. Não é ‘vamos combater a corrupção’. Vamos combater primeiro os comunistas, seus idiotas”, disparou Olavo de Carvalho.

O que será que levou o "filósofo" a mudar de opinião?

Veja vídeo completo de Olavo de Carvalho:

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811