Deputado Dr. Pessoa diz que foi vítima de abuso do poder econômico

- atualizado

Candidato ao Senado da República ou a governador, o deputado estadual José Pessoa Leal, o Dr. Pessoa, hoje presidindo o partido Solidariedade, voltou a falar sobre a eleição de prefeito de Teresina de 2016, quando foi candidato de oposição, e disse ter certeza de que venceu aquele pleito no voto, sendo vítima do abuso do poder econômico e "por isso existe um processo muito bem fundamentado na Justiça do meu Estado".

  • Foto: Lucas Dias/GP1Dr. Pessoa em entrevista ao GP1 no aeroporto de Teresina Dr. Pessoa em entrevista ao GP1 no aeroporto de Teresina

Há algum tempo Pessoa não falava sobre suas desconfianças em relação ao pleito de 2016 mas ontem, depois de conversar demoradamente com um ex-aliado do prefeito Firmino Filho, afirmou: "se eu já tinha certeza de que tinha vencido a eleição, agora é que tenho mesmo".

Pelos números oficiais, a eleição de prefeito de Teresina deixou de ser levada para o segundo turno por menos de cinco mil votos. Analistas políticos dizem não ter dúvidas de que Pessoa, se tivesse passado para a segunda fase, venceria o pleito com tranquilidade por que "havia uma verdadeira febre em Teresina".

EXCLUSIVAS

Ciumeira

  • Foto: Portal da Prefeitura de Teresina / Rômulo PiauilinoPrefeito Firmino Filho e Marco Antônio AyresPrefeito Firmino Filho e Marco Antônio Ayres

Depois que esta coluna mostrou por que o secretário de Desenvolvimento Urbano do Município, Marco Antônio Ayres, é o segundo Czar, a ciumeira de alguns colegas dele se fez notar, consoante revelação de uma comissionada.

Os olhares também

Muitos Olhares, alguns deles rigorosos e externos, também se voltaram para o engenheiro Ayres, formado na escola de Murilo Rezende, o homem que tinha mais influência sobre o saudoso Alberto Silva.

História das eleições

Por falar em eleição que deu o que falar, tem uma que deve ser contada por dentro, bem por dentro, em edição especial da revista CONTEXTO, que deve voltar a ser editada a partir de janeiro do próximo ano. A eleição é a de 2012.

Rápidos no gatilho

  • Foto: Lucas Dias/GP1Júlio Arcoverde e Ciro NogueiraJúlio Arcoverde e Ciro Nogueira

Ciro Nogueira e Júlio Arcoverde foram rápidos no gatilho: percebendo o estrago causado pela mulher do prefeito ao lançar Margarete Coelho para o Governo, disseram imediatamente que ela não falava pelo partido.

E por que falava?

  • Foto: Lucas Dias/GP1Lucy SilveiraLucy Silveira

A mulher do prefeito, ao lançar Margarete Coelho para o Governo, só pode ter falado pelo marido, que é político há muito mais tempo que ela.

Tiro no pé

Depois da breve sessão de ontem na Assembleia Legislativa, formou-se um pequena roda composta por dois governistas e três oposicionistas. Um oposicionista perguntou aos governistas sobre o que tinham achado do encontro de prefeitos do Progressistas. Um dos governistas respondeu com rapidez: "foi um tiro no pé".

Detalhe: o governista é do MDB.

Grande carreira

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino Filho Firmino Filho

Em conversa com este repórter no início da noite de ontem, admiradores do prefeito Firmino Filho disseram que ele tem uma grande carreira pela frente.

Margarete toma colégio de Landim

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vice-governadora Margarete CoelhoVice-governadora Margarete Coelho

Na sua campanha para conquistar uma vaga na Câmara Federal, Margarete Coelho será votada pela irmã prefeita de São Raimundo Nonato que já abandonou o deputado Paes Landim.

Parceria com mulher de Firmino

Margarete já tem uma parceria com a mulher do prefeito Firmino Filho. Em pelo menos dois colégios já tomou votos de Júlio Arcoverde para fazer a dobradinha feminina.

Diabinho escapou

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Helio IsaíasHelio Isaías

Em São Raimundo Nonato a parceria só não acontecerá porque o marido da prefeita e cunhado de Margarete é o deputado Diabinho, o Hélio Isaias, que já é estadual.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

MAIS NA WEB

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114