É Fake News ameaça de invasão de atiradores em escola em Timon

- atualizado

É Fake News a mensagem que circula em grupos de Whatsapp, tratando sobre uma suposta ameaça de ataque ao Centro de Ensino Clodomir Millet, localizado no bairro Parque Piauí, em Timon-MA.

Depois do massacre em Suzano, que deixou 10 pessoas mortas na manhã dessa quarta-feira (13), começou a ser divulgada uma mensagem com um diálogo entre duas pessoas, ainda na noite de ontem. No conteúdo, há um convite para invasão da escola com o uso de arma de fogo com o objetivo de atirar contra professores e alunos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegado HumaitanDelegado Humaitan

Em entrevista ao GP1, o delegado Humaitan de Oliveira, responsável pela 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Timon, afirmou que já tomou conhecimento da mensagem e a classificou como Fake News. “A princípio é algo muito vago, nada concreto, sem nenhum detalhe, sem origem. Tão logo a gente tomou conhecimento dessa situação, começou-se a apuração e eu estou tratando como Fake News”, explicou o delegado Humaitan.

O tenente-coronel Schnneyder divulgou nota esclarecendo que uma criança de 11 anos invadiu a Escola Municipal Paulo Freire, localizada no bairro Cidade Nova, na cidade de Timon, e ameaçou estudantes e professores com um estilete. Segundo ele, a criança já é conhecida dos funcionários da escola e possui problemas psicológicos.

Ele afirmou ainda que o caso não tem relação com o atentado à escola em Suzano, na Grande São Paulo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Criança de 11 anos invade escola e ameaça alunos em Timon

Assassinos planejaram massacre em Suzano por mais de 1 ano, diz polícia

MP não descarta ação de organização criminosa na tragédia de Suzano

Um dos atiradores de Suzano matou comparsa e depois cometeu suicídio

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

É Fake News! Descubra aqui as notícias falsas postadas nas mídias sociais WhatsApp, Facebook, Twitter e mais