Empresário Jivago Castro: "a corrupção mata mais que o Covid-19"

- atualizado
  • Foto: Facebook/Jivago CastroJivago Castro Jivago Castro

Por: Jivago Castro

Carta na íntegra

“Teresina, 15 de abril de 2020.

Eu tenho plena confiança de que, se cada um fizer o seu dever, se nada for negligenciado, e se as providências de nossos governantes e líderes, certas forem tomadas, e sabemos que elas estão sendo tomadas, nós vamos provar para nós brasileiros e para a humanidade, uma vez mais, que somos capazes de defender nossas famílias, empregos e empresas, enfrentar a tempestade da pandemia, sobrevivendo à ameaça de um vírus mortal, pelo tempo que for necessário.

De qualquer forma, esta é a vontade dos homens e mulheres de bem, que trabalham e constroem nosso Brasil, dia a dia, com muito esforço e dificuldades.

O Governo e o povo brasileiro devem estar unidos nesta causa, pela sua mútua necessidade; defendemos além dos limites a manutenção da vida e de nossa sobrevivência empresarial, a manutenção de nossa economia; devemos nos ajudar, nos amparar, através da solidariedade principalmente, preservando a base de nossa economia que gera a sustentação de milhares de trabalhadores, ajudando um ao outro, governo e povo, no limite de nossas forças.

Da mesma forma que as maiores economias do mundo, como EUA, países da Europa e da Ásia venham, também, sofrendo com a pandemia, nós não vamos titubear ou falhar. Nós iremos até o fim, o brasileiro é povo mais adaptável do mundo, sobrevivemos a uma das piores mazelas da humanidade, a corrupção, que matou e mata mais que o COVID-19, na falta de leitos de UTI desviados, que hora fazem tanta falta.

Nós empresários lutaremos com a confiança crescente em Deus, defenderemos as nossas famílias e nossas empresas, seja qual for o custo, e esperamos das autoridades a mesma responsabilidade e transparência, para que possamos mensurar que nosso sacrifício não terá sido em vão.

Jivago Castro. Empresário

Adaptado do discurso ao Winston Spencer Churchill”

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Este blog é sobre a opinião do leitor