Fernando Monteiro é culpado pela não indicação do filho para Semel

- atualizado

A não indicação do suplente de vereador Marquinhos Monteiro para a Secretaria de Esporte e Lazer (Semel) de Teresina ainda tem sido motivo de muitos comentários nos bastidores da política.

O principal culpado pela não indicação de Marquinhos para a Semel, é seu pai, o deputado estadual Fernando Monteiro, que havia se comprometido a seguir com o filho para o Progressistas, partido do senador Ciro Nogueira, mas não o fez. Fernando optou por ficar no PRTB e apenas Marquinhos ingressou no PP.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fernando MonteiroFernando Monteiro

E não é só isso, hoje Fernando é o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, num acordo feito com a bancada do PP que incluia sua filiação ao partido. Portanto, não faltam aos progressistas argumentos para não contemplar Marquinhos na Semel ou em qualquer outro espaço.

O prefeito de Teresina Firmino Filho e o PP decidiram remanejar Miguel Rosal, que estava como executivo da Semel, para o cargo de secretário da pasta.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811