Inquérito contra Joel Rodrigues está parado no TJ desde 31 de maio

- atualizado

Aguarda decisão no Tribunal de Justiça do Piauí, desde 31 de maio deste ano, o pedido de dilação de prazo feito pela autoridade policial nos autos do inquérito que investiga o prefeito de Floriano/PI, Joel Rodrigues da Silva (Progressistas), por apropriação indébita previdenciária, supostamente praticada entre os anos de 2005 a 2012.

O subprocurador de Justiça Cláudio Roberto Pereira Soeiro opinou pela concessão de mais noventa dias para a conclusão do inquérito, atendendo pedido do delegado Ferdinando Martins Araújo, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – Greco.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Joel Rodrigues, Prefeito de Floriano Joel Rodrigues, Prefeito de Floriano

Segundo o subprocurador, “a investigação se arrasta morosamente no tempo, pois a portaria que instaura o procedimento é de 2013 e até o momento - há mais de 5 anos - o processo ainda não foi relatado, demora esta que foge à todos os padrões de razoabilidade”.

O relator do inquérito é o desembargador José Francisco do Nascimento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Inquérito contra Joel Rodrigues se arrasta morosamente, diz MP

Joel Rodrigues é investigado por causar dívida à Previdência

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811