Lojas Havan suspendem propagandas na rede Globo

- atualizado

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o empresário das lojas Havan, Luciano Hang, anunciou nesta quinta-feira (7) nas suas redes sociais que suspendeu todas as campanhas publicitárias da empresa em intervalos de programas jornalísticos e de entretenimento da rede Globo. A decisão do empresário se deu após a rede Globo divulgar o depoimento do porteiro que citou Jair no caso Marielle.

Em sua postagem o presidente da Havan informou que não compactua com “o jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional e estamos sendo cobrados pela sociedade e nossos clientes”.

  • Foto: Reprodução/InstagramLuciano Hang e Jair BolsonaroLuciano Hang e Jair Bolsonaro

Ele disse que não concorda com o conteúdo da emissora. “Enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e irem contra os valores da família brasileira, não voltaremos a anunciar”, afirmou.

Luciano Hang disse que vai manter os anúncios na Globo apenas nas emissoras locais e destacou que “as eleições do ano passado mostraram que a grande maioria dos brasileiros quer mudanças. Por ora, manteremos nossas propagandas nas afiliadas e jornais locais, que ainda informam a sociedade de forma isente e conservadora”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

'Ninguém quer adulterar nada', diz Bolsonaro sobre caso Marielle

Bolsonaro rebate Globo: “querer me vincular à morte da Marielle? Canalhas!”

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811