Luciano Hang encontra cubano que só comeu carne 3 vezes em 33 anos

- atualizado

Durante um encontro com um cubano que fugiu do seu país para se refugiar no Brasil, o empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, confirmou que o que os comunistas teimam em negar: Cuba é um país insalubre.

Hang encontrou Yassel em Sinop, no Mato Grosso e ele falou sobre a dura realidade vivida pela população cubana. Com 33 anos, Yassel comeu carne bovina apenas três vezes na vida. Em Cuba, é o alto escalão vermelho do Governo que manda até que carne que o cidadão come.

Na ditadura comunista de Cuba, se a pessoa tiver uma cabeça de gado e quiser matar para comer, é presa. "Eu comi carne três vezes em 33 anos. Se eu tenho uma vaca e quero comer ela ou dar para meu filho, eu vou preso. Tem que vender para o governo com um preço muito baixo e o governo toma conta dela", disse Yassel.

Ainda bem que o Brasil se livrou dessa praga do comunismo. Parafraseando o empresário Luciano Hang "os vermelhos vão para Cuba que os pariu".

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811