Polícia apura envolvimento de agentes públicos com quadrilha no Piauí

- atualizado

Acionados diretamente pelo secretário de Segurança Fábio Abreu, agentes de inteligência da Secretaria de Segurança do Estado estão infiltrados no Baixo Parnaíba há cerca de 10 dias, para desmontar um grupo responsável por uma série de crimes cometidos ao longo de vários anos sem que seus autores deixassem qualquer pista. A quadrilha é especialista em tráfico de drogas, assaltos e assassinatos. Há suspeita de que tenha a proteção de alguns agentes públicos e até agiotas.

A operação foi montada depois da ameaça de um suspeito de tráfico a um oficial da PM que estava bem próximo de reunir prova contra ele depois de "reinar vários anos na região sem ser incomodado”. É quase certo que o grupo era acobertado por pelo menos dois homens que tinham a obrigação de enfrentá-lo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deputado federal Fábio Abreu Deputado federal Fábio Abreu

Essa quadrilha, segundo confidência de um dos organizadores da operação costuma se abrigar nos municípios maiores da região, em casa de colaboradores que de alguma forma participam de suas atividades. O roubo de motocicletas mais sofisticadas também estaria na lista de atividades dos bandidos.

Nas últimas horas o cerco aumentou e alguns nomes já foram catalogados pelos investigadores.

EXCLUSIVAS

Scheyvan Lima confirmado

Scheyvan Lima, ex-secretário de Cultura do Governo Zé Filho, está confirmado pelo prefeito Firmino Filho para ocupar a presidência da Fundação Wall Ferraz.

Trata-se de um aliado de extrema confiança do deputado estadual Evaldo Gomes.

Evaldo confirmou

  • Foto: Helio Alef/GP1Evaldo GomesEvaldo Gomes

Foi o próprio deputado Evaldo Gomes quem me confirmou a ida de Sheivan para a Fundação Wall Ferraz. Durante a semana que passou havia apenas especulações.

É para 2022

Evaldo Gomes, que é presidente do Solidariedade no Piauí não confirmou, mas está claro que a aliança que ele materializou com o prefeito agora se estenderá até 2022, quando Firmino espera disputar a eleição de governador.

Porteira fechada

Este repórter também apurou que Evaldo Gomes exigiu a Fundação de "porteira fechada", o que no linguajar político, significa o privilégio de indicar todos os cargos de confiança do órgão.

A volta de Roseana

Ex-senadora da República, ex-governadora, Roseana Sarney avisou a parentes e amigos entre bolos e tortas de bacalhau durante semana Santa, que voltará a disputar um mandato na próxima eleição.

É senadora

Familiares e amigos pensavam que ela estava anunciando mais uma candidatura ao Governo, mas erraram: a filha de Sarney vai disputar uma cadeira no Senado da República onde já circulou com invejável desenvoltura.

Queimando Franzé

  • Foto: Helio Alef/GP1Franzé SilvaFranzé Silva

No sábado, em sofisticado restaurante da zona leste de Teresina, dois técnicos ligados a Prefeitura, foram vistos e ouvidos "queimando" o deputado estadual Franzé Silva, do PT.

Inimigo político

Franzé Silva, que nos últimos 15 dias tem criticado o que chamou de omissão da Prefeitura no caso da enxurrada do Parque Rodoviário, foi colocado na relação dos inimigos dos planos do prefeito Firmino.

Couro Fino

Foi o deputado Franzé Silva que definiu Firmino como "político de Couro fino", assim que soube que o prefeito de Teresina havia ligado para o secretário de Governo, Osmar Junior, para se queixar de pronunciamento que o deputado havia feito da tribuna da Assembleia Legislativa.

Aumentando o patrimônio

  • Foto: Helio Alef/GP1Joaquim do ArrozJoaquim do Arroz

A meio caminho entre Teresina e Altos, está sendo concluído um imenso posto de gasolina do lado direito de quem vai para a terra de Patrícia Leal.

O arrojado empreendimento pertence a ninguém menos que o vereador Joaquim do Arroz.

Mais atuação

  • Foto: Hélio Alef/GP1Pastor Levino Pastor Levino

Evangélicos da Igreja Universal cobram em redes sociais uma maior atuação do vereador Levino de Jesus.

Sempre governo

Um dos evangélicos quer saber por que Levino não tem um posicionamento crítico sobre o chamado Inthegra implantado em Teresina por Firmino Filho.

Qual a diferença?

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino e Wellington Firmino e Wellington

Dois vereadores comentavam sobre as reações de Wellington Dias e Firmino Filho quando recebem críticas. Os dois concordaram num ponto:

"Quando recebe críticas e se encontra numa solenidade com o crítico, o ‘Índio’ trata logo de cumprimentá-lo, exibir um sorriso e estender-lhe a mão; já o Firmino fica zangado até se seus amigos cumprimentarem o seu crítico".

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114