Polícia Civil anuncia cursos operacionais no combate ao crime

- atualizado

Foi anunciado hoje (06), na sede da Academia da Polícia Civil do Piauí (Acadepol), o novo calendário de cursos para os policiais civis do Estado. O módulo de combate em ambiente confinado (CQB), será executado hoje e manhã, reiniciando esse primeiro ciclo no dia 20, com seu término previsto para o dia 21 deste mês. Essa turma inaugural conta com 20 profissionais alunos policiais.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Delegado Riedel Batista e Secretario de segurança Fábio Abreu Delegado Riedel Batista e Secretario de segurança Fábio Abreu

Segundo informações do diretor da Acadepol, o delegado Adolpho Henrique Soares Cardoso, o calendário prosseguirá com outros cursos, dentre os quais o de armamento e tiro, vai até o final deste ano e atende às diretrizes de formação continuada da Academia.

As vagas estão sendo preenchidas pelas próprias unidades policiais que enviam os nomes dos participantes que serão inscritos conforme a disponibilidade.

Para o diretor da Acadepol, Adolpho Henrique, “a atividade policial exige de cada profissional uma formação, qualificação, continuada, capacitando e especializado os servidores integrantes de seus quadros, a fim de que possam desempenhar de forma eficiente as atividades policiais cotidianas e excepcionais”.

O responsável técnico dos cursos constantes do calendário apresentado, é o experiente professor Júlio Castro, delegado da Polícia Civil do Piauí.

Castro, é oriundo do Sistema Penitenciário Federal e já foi professor na Escola Nacional de Serviços Penais e na Academia Nacional de Polícia em Brasília.

O professor Júlio, informa que a direção institucional da Polícia Civil, garantiu que instituições coirmãs, também participem da formação, a exemplo da Polícia Militar e Agentes Penitenciários, estes por meio da Acadepen/Sejus, cuja prática visa preservar parcerias importantes no combate à criminalidade.

  • Foto: Gp1Júlio Castro, Escolta de Alto RiscoJúlio Castro, Escolta de Alto Risco

O prof. Júlio Castro, conjuntamente com o policial civil Júlio Martins, ministraram o 1º Curso de Escolta de Alto Risco para Agentes Penitenciários do Piauí, além de civis e militares, promovido pela Academia de Formação Penitenciária do Piauí (Acadepen/Sejus).

Os cursos são coordenados pelo secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu e o delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Especialista em Direito Público, Penal e Constitucional. Advogado licenciado. Comunicação Social no CEUT. Foi vereador de Teresina, presidente e diretor jurídico do SINPOLJUSPI e da COBRAPOL. Agente e Conselheiro Penitenciário. Atualmente é diretor e professor da ACADEPEN. Ministra disciplinas de Dir. Administrativo e Execução Penal na pós-graduação em Gestão Prisional da UESPI/SEJUS.