Populares organizam manifestação em defesa do capitão Miguel Luz

- atualizado

Em decorrência do episódio registrado no dia 17 do corrente mês envolvendo o advogado Gleyson Viana e o capitão Miguel Luz, comandante da 2ª CIA/16º Batalhão da Polícia Militar de União, uma ação será realizada em defesa do PM. O advogado em questão relatou para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI) que foi ao comando de Policiamento Ostensivo do Município e quando chegou lá, foi tratado com hostilidade pelo capitão Luz, e que o mesmo negou lhe entregar o auto de apreensão de uma moto do seu cliente. Após uma forte discussão, o capitão lhe deu voz de prisão, chamou os policiais para lhe algemá-lo e conduzi-lo para uma sala no comando.

  • Foto: Aldo MeloCapitão Miguel Luz comandante da CIA de UniãoCapitão Miguel Luz comandante da CIA de União

O advogado comunicou ainda a OAB-PI que, neste momento, passou a sofrer duras violações de sua honra e dignidade, até a chegada de outros advogados que pediram sua soltura. Em seguida a juíza de Direito da Comarca de União, Elfrida Costa Belleza foi comunicada sobre o ocorrido e foi impetrado um habeas corpus em favor do advogado, que foi liberado no mesmo dia.

Após este fato a população unionense se rendeu aos rumores da possível saída do capitão Luz do comando do policiamento de União. Por conta disso, via whatsApp ou através das redes sociais, a população vem se mobilizando em favor da permanência do mesmo no município. Para alguns o capitão conseguiu trazer a tranquilidade à população através do seu trabalho de combate as bocas de fumos e aos assaltantes que agiam tranquilamente a quaisquer horas do dia.

A mobilização está programada para acontecer neste sábado (24) a partir das 17h30min, com o ponto de concentração na Praça Gervásio Costa (Praça do Ginásio), onde irá percorrer ao longo da Avenida Filinto Rego indo até a sede do Comando do Policiamento Ostensivo de União. Paralelo ao ato está acontecendo um abaixo-assinado que já desponta com quatro (04) mil assinaturas. Este documento vai ser entregue ao senhor secretário de segurança, Fábio Abreu e ao comandante geral da Policia Militar, Coronel Carlos Augusto com o pedido de permanência do capitão Miguel Luz.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar se manifestou através do coronel John informando que até o presente momento, o comando não emitiu qualquer ato oficial. O capitão permanece à frente da companhia e qualquer ato oficial será informado.

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Aldo Melo é radialista desde 1992. Notícias do município União - PI. Contato: (86) 99447-1977 / (86) 99958-5374

Arquivo

    VEJA MAIS