Presidente de Comissão Edilson Sepúlveda planeja ações contra racismo

- atualizado

A Comissão da Verdade da Escravidão Negra no Brasil, foi criada pelo Conselho Federal da OAB em 3 de novembro de 2014, durante sessão plenária, e teve participação direta do então presidente nacional da Ordem, advogado piauiense Marcus Vinícius Furtado Coelho. Na ocasião também fora aprovado, o mês de novembro como o mês da consciência negra para a advocacia Brasileira, seguindo calendário já referenciado pela raça negra no País.

  • Foto: Jacinto Teles/Gp1Edilson Sepúlveda OAB/PIEdilson Sepúlveda, recém nomeado para a Comissão da Verdade da Escravidão Negra pelo presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto

A comissão especial tem como principais objetivos, o resgate histórico deste período, aferição de responsabilidade e demonstração da importância das ações afirmativas como meio de reparação à população negra no Brasil.

No Piauí, a Comissão da Verdade da Escravidão negra no Brasil [Seccional da OAB/PI], tomou posse recentemente e tem como presidente, o jovem advogado Edilson de Sousa Sepúlveda. Edilson, reafirmou o compromisso de resgate histórico, tão esquecido no Brasil, notadamente dos heróis e heroínas negras, como foi feito de forma brilhante pela professora e ex-presidente desta comissão Andreia Marreiro, que há pouco teve que nos deixar para cumprir outras missões fora do Estado.

  • Foto: Jacinto Teles/Gp1Juliana Castelo Branco Comissão dos AnimaisJuliana Castelo Branco que preside a Comissão de Proteção dos Animais foi cumprimentar o seu novo colega presidente Edilson Sepúlveda

Edilson Sepúlveda, reiterou esse compromisso declarando textualmente assim: “ressalto o nosso compromisso com a educação adequada sobre o que foi a escravidão, para que possamos entender o racismo atual, falaremos de racismo estrutural e representatividade negra, principalmente sobre a ausência de representatividade das mulheres negras no Brasil, cobraremos políticas afirmativas e a efetividade das políticas já existentes, como forma de fomentar e fortalecer a identidade cultural dos negros no brasil,” ressaltou o novo presidente da Comissão.

Este colunista conversou com o presidente da Comissão, Edilson de Sousa Sepúlveda, no início deste mês na sala das Comissões na sede da Ordem dos Advogados do Brasil em Teresina, no Bairro Cabral [o dirigente da Comissão foi recém empossado pelo presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto], falou acerca dos objetivos e demonstrou como pretende atuar nessa importante instituição, destacando sobretudo, seu o compromisso com a educação e, conforme suas palavras, o “resgate histórico da cultura afrodescendente brasileira [...], para entendermos na verdade o que foi a escravidão para que possamos compreender o que é a discriminação e o racismo atual”, enfatizou.

Confira a entrevista [no vídeo acima] concedida para a TV GP1, por meio deste Colunista, em que Edilson Sepúlveda lança sua plataforma de trabalho à frente da Comissão, e, principalmente, conclama todos os seus membros a participarem efetivamente das ações a serem desenvolvidas, bem como a população, para que desempenhe seu papel de cobrança nessa área.

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Especialista em Direito Público, Penal e Constitucional. Advogado licenciado. Comunicação Social no CEUT. Foi vereador de Teresina, presidente e diretor jurídico do SINPOLJUSPI e da COBRAPOL. Agente e Conselheiro Penitenciário. Atualmente é diretor e professor da ACADEPEN. Ministra disciplinas de Dir. Administrativo e Execução Penal na pós-graduação em Gestão Prisional da UESPI/SEJUS.