Promessa feita por Bolsonaro em Parnaíba não foi cumprida

- atualizado

A promessa feita pelo presidente Jair Bolsonaro de liberar recursos para a conclusão dos Tabuleiros Litorâneos, área de produção agrícola irrigada situada em Parnaíba/PI, não foi cumprida.

O presidente disse textualmente, durante visita feita a cidade em 14 de agosto deste ano, que, “envidaria todos os esforços para a conclusão do projeto” e que “a fruticultura de Parnaíba seria pujante”.

O dinheiro não veio e os produtores estão utilizando as redes sociais alertando para o risco de colapso do projeto.

Segundo publicação feita no Facebook pelo empresário Josenilto Lacerda Vasconcelos “das duas bombas necessárias para fornecer água à irrigação dos atuais 1500 ha em produção, apenas uma está funcionando precariamente (sobrecarregada e sem poder parar para manutenção obrigatória). Uma segunda bomba que foi instalada com recursos dos próprios irrigantes há dois meses não funciona devido a uma falha na construção da adutora e a empresa que tinha iniciado o conserto, há duas semanas abandonou o serviço por falta de pagamento. Já foram gastos mais de 300 mil reais do Distrito de Irrigação (dinheiro dos próprios irrigantes) entre instalação da bomba (que não funciona) e diferença de tarifa de consumo de energia. Esse prejuízo pode se multiplicar caso o Governo Federal continue de costas para o projeto. Acerola, melancia (por exemplo) não podem passar mais que dois dias sem irrigar”.

Em tempo: No mesmo dia que esteve em Parnaíba, o presidente visitou a cidade de Petrolina e lá liberou R$ 18 milhões para obras de mobilidade urbana.

Mais conteúdo sobre:
Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811