Shoppings crescem 6,5% em 2017

Oferecendo produtos diferenciados, mix de lojas e experiências que vão além das compras, os shoppings centers contam com resultados favoráveis para o setor. Com faturamento de R$ 151,5 bilhões em 2015, os centros de compras tiveram um crescimento nas vendas de 6,5% em relação ao ano anterior. A região Nordeste corresponde ao segundo melhor desempenho, com R$ 25,8 bilhões em vendas, segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Center (ABRASCE).

O estudo mostra que os shoppings da região Sudeste obtiveram um rendimento de R$ 87 bilhões, seguidos pela Nordeste (R$ 25,8 bilhões) e pela Sul (R$ 18,17 bilhões). Esses dados confirmam a continuidade do cenário favorável para o setor, com a redução das taxas de vacância, serviços diferenciados e completa oferta de produtos aos frequentadores.

Com o intuito de manter o ritmo de crescimento, os shoppings adotam uma série de estratégias para atrair cada vez mais público. Os moradores e turistas do litoral piauiense, por exemplo, participam de diversas atividades oferecidas pelo Parnaíba Shopping, que garante uma programação voltada a toda família.

“Nós nos mantemos atentos às datas comemorativas, para criar ações que entretenham cada vez mais o público, como a tradicional decoração de Natal, oficinas de chocolates durante a Páscoa, bailinho de carnaval, acampamento infantil para comemorar o Dia das Crianças, dentre outros. A intenção é atrair clientes, oferecendo serviços de qualidade e diferenciados”, observa o superintendente do Parnaíba Shopping, Marcelo Gurgel.

Assim, os centros de compras estão se consagrando cada vez mais como locais de conveniência e convivência. “Os empreendimentos criam opções de lazer e entretenimento, que vão além da oferta de uma grande variedade de lojas. Com isso, o espaço se torna completo e os números são encorajadores”, declara Gurgel.

Para Marcelo Gurgel, o crescimento é um sinal de que as vendas devem melhorar ainda mais durante o final do ano. “A expectativa é que consigamos um aumento nas vendas de Natal, porque o mercado aquecido garante o consumo. Mas, claro, iremos estabelecer algumas estratégias para fomentar as vendas no final de ano, como decoração, atividades extras e eventos”, finaliza o superintendente do Parnaíba Shopping, localizado no litoral do Piauí.

Fonte: Ascom

Tim

A TIM completa dez anos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, se mantendo como a empresa do setor de telecomunicações por mais anos consecutivos na lista. A carteira foi divulgada pela Bolsa de Valores e reúne 33 ações de 30 companhias, somando R$ 1,28 trilhão em valor de mercado. Iniciativa pioneira na América Latina, o ISE busca criar um ambiente de investimento compatível com as demandas de desenvolvimento sustentável da sociedade contemporânea e estimular a responsabilidade ética das corporações.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Ricardo Moura Fé é jornalista. Noticias sobre economia & negócios. Contato: (86) 9976- 6945