GP1

Coronavírus no Piauí

Covid-19: Zoonoses de Teresina remaneja serviços durante pandemia

A medida se justifica pela necessidade de não sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde com essas doenças, considerando a situação de calamidade pública em decorrência da pandemia de corona

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina resolveu readequar os serviços prestados pela Gerência de Zoonoses. Dentre as alterações, está a priorização das atividades de controle do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. A medida se justifica pela necessidade de não sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde com essas doenças, considerando a situação de calamidade pública em decorrência da pandemia de coronavírus (covid-19).

A gerente de zoonoses da capital, Oriana Bezerra, apresentou mais detalhes dessa readequação. “Nesse momento que estamos vivendo em relação ao coronavírus, a Gerência de Zoonoses está adequando alguns serviços, então, temporariamente tivemos que suspender as coletas de sangue dos cães para o programa ‘leishmaniose visceral canina’, suspendemos também a borrifação nos lugares onde há incidência humana, objetivando reforçar as equipes de controle do Aedes [mosquito], pois nós precisamos combater para evitar que haja um aumento no número de casos na cidade”, afirmou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Entrevista Oriana Bezerra Entrevista Oriana Bezerra

Oriana Bezerra pede que a população contribua com o trabalho de prevenção, permitindo que os agentes adentrem suas residências. “Aproveitamos a oportunidade para esclarecer a necessidade de os moradores abrirem seus imóveis, para que nossos agentes possam fazer a vistoria e eliminar e tratar os criadouros existentes. Nossos trabalhadores estão munidos de nossas orientações preventivas, como, manter a distância de mais de um metro do morador, lavar as mãos no momento da saída do imóvel, e a utilização dos EPIs [Equipamentos de Proteção Individual], que já são inerentes às atividades”, colocou.

Por fim, a gerente de zoonoses alertou a população para que tomem todas as medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito em Teresina. São elas: manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água; lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água; manter caixas d’agua bem fechadas; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana, dentre outras medidas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: Firmino Filho suspende férias de médicos e enfermeiros

Covid-19: Vigilância Sanitária de Teresina orienta estabelecimentos

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.