GP1

Coronavírus no Piauí

Wellington Dias discute pesquisa estatística de testes para covid-19

"Iremos fazer uma pesquisa ampla do perfil de Teresina e do interior para que esses testes sejam utilizados com eficácia", disse o governador.

O governador Wellington Dias (PT-PI) se reuniu, nesta segunda-feira (20), por videoconferência, com o Comitê de Operações Emergenciais (COE). Na ocasião, foram discutidas as testagens por amostragem, bem como o perfil de contaminação da covid-19 no Piauí.

"É importante fazer a testagem para sabermos onde temos pessoas infectadas com a covid-19 e planejarmos as estratégias, quanto mais testes fizermos, mais saberemos onde o vírus está no estado e poderemos saber onde precisamos de leitos", explicou o governador.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias  Governador Wellington Dias

O Estado recebeu 7200 testes do Ministério da Saúde e adquiriu 32 mil para identificar os casos de coronavírus. Wellington disse que a previsão é de que nesta terça-feira (21), chegue ao Piauí mais 16 mil testes. Ele adiantou ainda que está sendo viabilizado o envio do material para os 224 municípios.

"Estamos fazendo todo o esforço necessário para aquisição de testes e envio para os municípios do estado, agora iremos fazer uma pesquisa ampla do perfil de Teresina e do interior para que esses testes sejam utilizados com eficácia. À medida que vai chegando mais testes, vamos fazendo esse acompanhamento", ponderou o governador.

Metodologia

O diretor do Hospital Natan Portela, médico José Noronha, disse que os testes possuem metodologias diferentes de aplicação, o que define seu destino.

"Alguns exames por pulsão sanguínea, precisam de uma estrutura mínima para serem realizados, outros, como os testes rápidos, não precisam, por isso definimos estrategicamente para onde estamos enviando", explicou Noronha.

Prioridades

A prioridade para realização dos testes continuará sendo para os profissionais da saúde e da segurança, bem como as pessoas que apresentem sintomas. Em seguida, as pessoas que vieram de outros estados ou que tiveram contato com pessoas infectadas, a partir do teste rápido, enquanto sair o resultado do exame PCR.

Com a chegada de novas remessas, serão priorizados os demais profissionais que atuam nos setores que prestam serviços essenciais, como as obras do setor de energia, farmácias, supermercados, bancos, postos de gasolina e distribuidoras.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias vai participar de videoconferência com ministro da Saúde

Wellington Dias: "a Justiça decidiu pela vida em Parnaíba"

Covid-19: Decreto de Wellington autoriza uso de propriedade privada

Justiça libera entrega de 80 respiradores para o Piauí, diz Wellington

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.