GP1

Coronavírus no Piauí

Decreto municipal deve ser diferente do estadual, diz Gilberto Albuquerque

"O prefeito, junto com a procuradoria do município, vão emitir um decreto onde deverá haver algumas modificações em relação ao estadual", disse o presidente da FMS.

Rômulo Piauilino/Semcom Prefeito Dr. Pessoa durante seu pronunciamento Prefeito Dr. Pessoa durante seu pronunciamento
Rômulo Piauilino/Semcom Autoridades participaram da reunião Autoridades participaram da reunião
Rômulo Piauilino/Semcom Prefeito Dr. Pessoa Prefeito Dr. Pessoa
Rômulo Piauilino/Semcom Vice-prefeito Robert Rios Vice-prefeito Robert Rios
Rômulo Piauilino/Semcom Dr. Gilberto participando da reunião Dr. Gilberto participando da reunião
Rômulo Piauilino/Semcom Gessi Fonseca participando da reunião Gessi Fonseca participando da reunião
Rômulo Piauilino/Semcom Antônio Brandão participou da reunião Antônio Brandão participou da reunião
Prefeito Dr. Pessoa durante seu pronunciamento
Autoridades participaram da reunião
Prefeito Dr. Pessoa
Vice-prefeito Robert Rios
Dr. Gilberto participando da reunião
Gessi Fonseca participando da reunião
Antônio Brandão participou da reunião

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, se reuniu na manhã desta quinta-feira (28), com representantes de segmentos econômicos da capital e membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE) para tratar sobre o decreto estadual que estabeleceu medidas restritivas para evitar a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, todos apresentaram suas posições e ainda hoje o decreto deverá ser publicado com algumas modificações em relação ao decreto de Wellington Dias.

“Essa reunião foi muito dinâmica, onde a Saúde expôs a situação atual na rede hospitalar, o COE forneceu informações técnicas sobre a situação, os empresários e a parte econômica também fizeram suas justificativas, e agora, o prefeito, junto com a procuradoria do município vão emitir um decreto onde deverá haver algumas modificações em relação ao estadual, o teor eu não sei, deverão redigir agora e logo mais teremos esse decreto liberado para a população”, informou o presidente da FMS.

O prefeito Dr. Pessoa afirmou que as medidas serão tomadas “com objetivo de proteger o ser humano, mas também com um olhar para economia do município”.

Dr. Pessoa disse ainda que vai ampliar o diálogo com os empresários. “Nós vamos ampliar o contato com restaurantes, comércio, etc, dar mais liberdade, mas intensificando a fiscalização, obedecendo a Organização Municipal de Saúde, o comitê local”, afirmou o prefeito de Teresina.

O decreto estadual

Wellington Dias assinou na noite de terça-feira (26) o novo decreto que restringe os horários de funcionamento do comércio durante o período de Carnaval no Piauí. A medida vigora até o dia 21 de fevereiro e atinge também os shoppings, restaurantes, bares e proíbe a realização de qualquer festividade carnavalesca.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.