GP1

Coronavírus no Piauí

“Números reforçam importância de medidas mais severas”, diz Wellington Dias

O Governo do Piauí informou que o índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por paciente com covid-19 cresceu 44% nos últimos 15 dias.

O Governo do Piauí informou na noite dessa segunda-feira (22) que o índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por paciente com covid-19 cresceu 44% nos últimos 15 dias. O GP1 conversou com o governador Wellington Dias (PT-PI) na manhã desta terça-feira (23) sobre os dados em questão.

De acordo com o chefe do Palácio de Karnak, os números só reforçam a necessidade das novas medidas restritivas anunciadas ontem por conta do avanço do coronavírus em todo o Estado. “Os números reforçam a importância de medidas mais severas [que estarão contidas no decreto]”, declarou o governador à nossa reportagem.

Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias
Governador Wellington Dias

Ocupação de leitos

No dia 6 de fevereiro, 159 dos 288 leitos estavam ocupados, cerca de 55% do total. No último boletim da Secretaria de Saúde, referente ao dia 21 de fevereiro, já eram 229 leitos ocupados, ou seja 79,5%.

Conforme o Governo, as taxas de ocupação de leitos estão maiores nas macrorregiões de saúde do Meio Norte (84,7% dos hospitais públicos), Litoral (84%) e na região do Vale do Piauí e Itaueira (90%).

Em relação aos leitos clínicos de Covid-19, também foi registrado um aumento substancial nas macrorregiões de saúde do Meio Norte (78.8%), Litoral (91.9%) e na região do Vale do Piauí e Itaueira (100%). Em Teresina, a taxa de ocupação alcançou 93%, a maior desde o início da pandemia.

Decreto

A expectativa é que o decreto com as novas medidas de restrição seja publicado ainda nesta terça-feira, haja vista que, ele deverá entrar em vigência nesta quarta-feira (24), conforme antecipou Wellington Dias à imprensa ontem.

Com o decreto, ficarão fechados shoppings centers, lojas do centro, escolas e igrejas. Bares e restaurantes só poderão funcionar da forma delivery durante estes doze dias. Já as academias poderão funcionar, pois as atividades físicas foram incluídas como essenciais.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.