GP1

Coronavírus no Piauí

Covid-19: Lacen realizou mais de 41 mil exames no mês de março

O teste de Covid-19 do tipo RT-PCR detecta a presença do vírus no organismo da pessoa.

O Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí, (LACEN) recebeu 46.211 solicitações de exames para detecção do coronavírus (covid-19) no período de 1º a 31 de março. Até o final do dia de ontem (31), 41.276 exames do tipo RT/PCR já haviam obtido resultado, o que representa uma média de 90% do total de amostras, apresentando uma média de realização de 3.338 exames para a detecção do vírus nas últimas 24 horas.

O teste de covid-19 do tipo RT-PCR detecta a presença do vírus no organismo e, por isso, é usado para identificar casos ativos da doença. A diretoria do Lacen destacou que os bons números são resultado do investimento do Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Saúde na unidade.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Lacen em Teresina Piauí
Lacen em Teresina Piauí

Situação da pandemia no Piauí

O Piauí registrou 38 mortes por covid-19 (coronavírus) nas últimas 24 horas, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) na noite desta quarta-feira (31). Com isso, o total de óbitos no estado chega a 4.141.

Foram 1.626 novos casos confirmados nesse último boletim, sendo que grande parte deles é de dias anteriores, de acordo com a Sesapi. Agora o número de casos positivos desde o início da pandemia é de 206.631.

Quinze mulheres e vinte e três homens foram vítimas da covid-19 nas últimas 24 horas. Elas eram de Altos (66 anos), Bonfim do Piauí (90 anos), Campo Maior (80 anos), Parnaíba (90 anos) e Teresina (42, 53, 65, 67, 68, 70, 71, 76, 85, 89 e 90 anos). Os homens eram de Altos (66 e 69 anos), Amarante (64 e 72 anos), Barras (63 anos), Campo Maior (63 anos), Demerval Lobão (64 anos), Esperantina (62 e 68 anos), Floriano (83 anos), Parnaíba (77 e 85 anos), Picos (79 anos), Pio IX (60 anos), Piracuruca (60 anos) e Teresina (31, 61, 62, 73, 74, 77, 85 e 91 anos). Sete vítimas não possuíam comorbidades.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.