GP1

Coronavírus no Piauí

Valdecir Júnior determina fechamento de bares por 15 dias em Curimatá

Restaurantes, distribuidoras, depósitos de bebidas e academias também estarão fechadas.

O prefeito Valdecir Júnior, do município de Curimatá, determinou que a partir desta quarta-feira (21) o fechamento de todos os bares da cidade durante 15 dias, devido ao aumento de casos da covid-19, bem como crescimento no número de mortes.

Confira aqui o decreto na íntegra

Durante entrevista ao GP1, o prefeito explicou que o decreto foi publicado e entrou em vigor hoje (21) e que, a princípio, a previsão de permanência do fechamento dos bares, depósitos e distribuidoras de bebidas da cidade, é de 15 dias. O prefeito, no entanto, afirmou que a reabertura vai depender de como estará a situação da covid-19 no município.

Foto: Reprodução/FacebookValdecir Júnior
Valdecir Júnior

“Tivemos um aumento significativo no número de casos [da covid-19], muitos casos graves, inclusive elevando o número para 14 mortes, e constatamos que mesmo já seguindo o decreto do governo do estado, antes desta flexibilização que foi feita, os casos estavam aumentando e as pessoas não estavam respeitando as medidas restritivas”, disse.

O decreto publicado proíbe o funcionamento destes estabelecimentos, bem como o funcionamento de academias de ginástica ou qualquer outra modalidade esportiva. Bares, restaurantes, distribuidoras e depósitos poderão, no entanto, funcionar por meio de delivery, até às 20h.

Segundo o prefeito Valdecir, o número de pessoas em bares e churrascarias estava muito grande, e isso pode ter influenciado no aumento dos casos. “A gente percebeu aglomerações de muitas pessoas em bares, churrascarias, depósitos e distribuidoras de bebidas. Pelos casos apresentados, nós percebemos que eram pessoas que estavam normalmente nesses locais”.

Ele disse ainda que a cidade consta atualmente com 14 mortes em decorrência do vírus, 185 casos positivos da doença, e com uma população de 13.200 pessoas.

O prefeito também não descartou a possibilidade de lockdown na cidade. “As medidas vigoram por 15 dias, isso se o número de casos recuar, e também o de mortes. Caso contrário vamos prorrogar, e não está descartado um lockdown", finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.