GP1

Eleições 2020

MPE pede que PF investigue tentativa de furto de urnas em Passagem Franca

Segundo o documento, o Ministério Público tomou conhecimento do fato após ofício enviado pelo delegado Paulo Gregório noticiando a prática de crime eleitoral em Passagem Franca do Piauí.

O Ministério Público Eleitoral no Piauí ajuizou representação criminal, na segunda-feira (07), requisitando que seja determinada investigação por parte da Polícia Federal para apurar tentativa de subtrair urnas eletrônicas no dia das eleições, 15 de novembro, em Passagem Franca do Piauí.

De acordo com a representação do promotor Ari Martins Alves Filho, no dia 15 de novembro de 2020, por volta das 03h, indivíduos em um carro de passeio e em uma pick-up foram até a seção eleitoral da Unidade Escola Costa e Silva, se apresentando como policiais, tentando adentrar à referida escola e subtrair urnas eletrônicas.

Segundo o documento, o Ministério Público tomou conhecimento do fato após ofício enviado pelo delegado Paulo Gregório noticiando a prática de crime eleitoral em Passagem Franca do Piauí.

Consta que foram realizadas diligências com a participação do promotor e apoio de policiais militares. O vigia da unidade contou ao delegado que os criminosos ao perceberem a presença do capitão Genildo José desistiram da ação.

O Ministério Público requereu que seja determinada investigação à Polícia Federal, com a respectiva instauração de inquérito policial, com o fito de se apurar os fatos.

Eleições 2020

Em Passagem Franca do Piauí, Saulo Trajano, do PSDB, foi eleito prefeito do município com 51,67% (1.684 votos) derrotando Ramires Farias, que ficou em segundo lugar com 48,33% (1.575 votos).

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.