GP1

Mundo

Noruega investiga morte de 23 idosos que receberam doses da vacina Pfizer

A Agência Norueguesa de Medicamentos informou que todas as mortes que ocorreram nos primeiros dias após a vacinação estão sendo avaliadas cuidadosamente.

A Noruega está investigando a morte de 23 pacientes idosos que receberam a dose da vacina Pfizer/BioNTech contra a covid-19 nos últimos dias.

Até a última quinta-feira (14), 42 mil pessoas do país haviam recebido a primeira dose da vacina. Após as mortes, o Instituto Norueguês de Saúde Pública emitiu uma cartilha com orientações mais detalhadas sobre a vacinação em idosos frágeis ou com doenças terminais.

De acordo com os médicos, os efeitos colaterais da vacina são raros e geralmente aparecem de forma leve. No entanto podem incluir febre e náuseas, o que pode ser perigoso em pacientes que estejam fragilizados.

Os idosos e moradores de casas de repouso com comorbidades são os primeiros a serem vacinados, por serem mais vulneráveis ao contágio do vírus. A Agência Norueguesa de Medicamentos informou que todas as mortes que ocorreram nos primeiros dias após a vacinação estão sendo avaliadas cuidadosamente.

Das 23 mortes, 13 já foram analisadas até agora pela agência e pelo Instituto Nacional de Saúde Pública, conforme o comunicado pelo instituto.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.