GP1

Mundo

EUA têm novo recorde de quase 4 mil mortes diárias por covid-19

Segundo a Universidade Johns Hopkins, país também registrou 265.246 novos casos em 24 horas.
Por Estadão Conteúdo

Os Estados Unidos registraram quase 4 mil mortes diárias de covid-19 nesta quinta-feira, 7, um recorde, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. Na terça-feira, o país já havia registrado 3.930 mortes.

As 3.998 mortes foram registradas no período de 24 horas encerrado às 20h30 do horário local (22h30 de Brasília), no qual o país também registrou 265.246 novos casos, segundo a universidade.

Os EUA enfrentaram uma recuperação dramática da epidemia desde o outono (no norte). Desde o fim de novembro, o número de mortes diárias aumentou dramaticamente: agora ultrapassa quase consistentemente 2 mil ou até 3 mil por dia (exceto nos fins de semana). As consequências das festas de fim de ano devem piorar a situação.

O presidente americano, Donald Trump, tem questionado as cifras no país. Há alguns meses, disse estar confiante de que o número final ficaria entre 50 mil e 60 mil mortes, embora depois tenha previsto que até 110 mil mortes poderiam ocorrer, um número que também foi ultrapassado. Atualmente, há mais de 360 mil mortos no país.

Por sua vez, o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde (IHME) da Universidade de Washington, cujos modelos para prever a evolução da pandemia são frequentemente estabelecidos pela Casa Branca, calcula que quando Trump sair do poder 420 mil pessoas terão morrido, em 20 de janeiro, e 560 mil em 1º de abril.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.