GP1

Mundo

Bilionário russo morre após tentar curar ressaca com veneno de sapo

O ritual consistia em abrir um pequeno corte na pele e aplicar veneno de sapo no local do corpo.

Alexander Subbotin, bilionário e ex-diretor da empresa LukOil, morreu na cidade de Mytishchi, Rússia, no último fim de semana, após participar um ritual em que teria utilizado veneno de sapo para curar uma ressaca.

Segundo o jornal Daily Mail, o empresário de 43 anos teria se encontrado com dois xamãs, Magua Flores, pseudônimo de Alexey Pindyurin, e Tina Cordoba, codinome de Kristina Teikhrib, para passar por um ritual de cura. Nele, o empresário abriu um corte pequeno na pele e os xamãs colocaram veneno de sapo com propriedades psicodélicas, a fim de supostamente curar uma ressaca.

Subbotin, entretanto, passou mal e se queixou de dor no coração ao ter o veneno em seu corpo. Os xamãs optaram por não chamar ajuda médica, mas aplicaram o sedativo corvalol nele. Na sequência, eles puseram o moribundo para dormir no porão de onde estavam e o encontraram morto pouco tempo depois.

De acordo com a polícia russa, a causa da morte aparenta ser parada cardíaca. Oito bilionários russos morreram de forma misteriosa nos últimos três meses.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.