GP1

Mundo

FBI investiga suposto roubo do diário da filha de Joe Biden

Caderno que conta informações pessoais da filha do presidente caiu nas mãos de um grupo de jornalismo.

O FBI (Departamento Federal de Investigação) está em processo de investigação de uma mulher do Estado da Flórida que encontrou e vendeu o diário pertencente a filha do presidente dos Estados Unidos, Ashley Biden.

O jornal britânico Daily Mail informou que Aimee Harris está sob investigação por supostamente vender o diário de Ashley a um grupo conservador por US$ 40 mil em 2020.

A mulher teria encontrado o caderno debaixo de um colchão em uma casa alugada de um amigo, em Palm Beach, na Flórida. A filha do presidente teria se hospedado no local semanas antes.

Investigação

O FBI está tentando comprovar a venda do diário ao Project Veritas, um projeto de jornalismo investigativo independente. Aimee teria, primeiramente, exposto o objeto num evento de arrecadação de fundos para o Partido Republicano na cidade de Jupiter, na Flórida.

Logo após a exposição, os responsáveis pelo Project Veritas souberam da existência do objeto e foram atrás para comprar o artigo da filha do presidente.

Segundo James O’Keefe, criador do projeto de jornalismo, o diário não foi publicado por falta de comprovação de autenticidade.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.