GP1

Mundo

Senado dos EUA aprova entrada de Finlândia e Suécia na Otan

Apesar da rápida aprovação em grande parte dos aliados ainda faltam sete países para ratificar a adesão.

O Senado dos Estados Unidos aprovou, nessa quarta-feira, a adesão de Finlândia e Suécia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a mais importante expansão da aliança militar desde os anos 1990. Finlândia e Suécia requisitaram em maio de 2022 a entrada na Otan em resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia, que alertou várias vezes contra a adesão de ambos à aliança.

A resolução teve apoio de Joe Biden e os senadores aprovaram a medida por 95 votos a favor e um contra, e eram necessários pelo menos dois terços (67 votos) para apoiar a ratificação dos documentos de adesão dos dois países à aliança, que conta com armas nucleares e é liderada pelos EUA.

Os 30 aliados da Otan assinaram o protocolo de adesão dos novos membros no mês passado, o que permite que eles se juntem à aliança assim que os países-membros ratificaram a decisão. A adesão precisa ser ratificada pelos Parlamentos de todos os 30 membros da Otan para que Finlândia e Suécia possam ser protegidas pela cláusula de defesa. No entanto, todo esse processo pode levar um ano.

Apesar da rápida aprovação em grande parte dos aliados, ainda faltam sete países a ratificarem: República Checa, Grécia, Portugal, Eslováquia, Espanha e com grande riscos dos governos da Hungria e Turquia se colocarem como empecilho.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.