Gwangju - KOR

Acidente em boate na Coreia do Sul deixa 2 mortos e 16 feridos

Segundo autoridades sul-coreanas, centenas de pessoas estavam na casa noturna, localizada na cidade de Gwangju, no sul do país.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

Um balcão de uma boate na Coreia do Sul desabou neste sábado, matando duas pessoas e ferindo 16. Entre os feridos estão um brasileiro, um norte-americano, dois neozelandeses, um holandês e um italiano, além de outros atletas que participam de um campeonato mundial de natação. Segundo autoridades sul-coreanas, centenas de pessoas estavam na casa noturna, localizada na cidade de Gwangju, no sul do país, próxima à vila dos atletas. Os nomes das vítimas não foram revelados.

A polícia local informou que deteve um dos sócios da boate e convocou outros três dirigentes do clube para investigar se o balcão que desabou havia obtido autorização.

De acordo com o comitê organizador local dos campeonatos, oito dos atletas que participam da competição ficaram feridos, a maioria deles de forma leve. Sete já retornaram para o alojamento após ficar em observação em hospitais da cidade e um teve ferimentos graves na perna e receberia pontos.

A federação internacional de natação (Fina, na sigla em francês), divulgou em comunicado que está "monitorando atentamente a situação e adotará todas as medidas para garantir cuidados médicos e assistência aos atletas".

Christopher Ramsey, CEO do Polo Aquático dos Estados Unidos, entidade que reúne clubes do esporte no país e organiza campeonatos nacionais, contou que jogadores das delegações masculina e feminina de polo dos EUA estavam celebrando a vitória da seleção feminina no campeonato quando o desastre aconteceu.